ALIMENTAÇÃO

ARTIGO: fator de risco x prevenção do câncer de mama

quarta-feira, 10/10/18 12:51

Muitos tipos de câncer têm relação com os alimentos ingeridos regularmente. O de mama, especificamente, é um sobre o qual já se conhecem algumas relações.  A ingestão regular de álcool, mesmo que em quantidade moderada, é identificada como um fator de risco para o câncer de mama.

De forma geral, vários estudos demonstraram que o excesso de peso pode ser um fator de risco para a incidência desse tipo de câncer e que mulheres obesas com câncer de mama têm maior risco de morrerem pela doença. Assim, recomenda-se uma perda entre 5% e 10% do peso corpóreo ao longo de seis a 12 meses para as pacientes com sobrepeso que estejam com a doença.

Por conta de tais fatores, a reeducação alimentar é bem vinda, adotando-se uma dieta saudável e pobre em gordura saturada (geralmente gorduras de origem animal), lembrando que a atividade física é uma ótima forma de controlar o peso.

MITOS E VERDADES

SOJA AUMENTA O RISCO DE CÂNCER DE MAMA ?

* MITO
Até algum tempo atrás, havia uma preocupação em relação às dietas muito ricas em soja, uma vez que as isoflavonas, presentes na soja, têm um efeito estrogênico que poderia aumentar o risco de recidiva de alguns tipos de tumores de mama. Porém, estudos mais recentes e bem desenvolvidos mostram com segurança exatamente o oposto: a dieta rica em soja não aumenta o risco de câncer de mama e em alguns casos até diminui a chance de recidiva do tumor.

O EXCESSO DE GORDURA CORPORAL AUMENTA O RISCO DE TER CÂNCER?

* VERDADE
O excesso de gordura corporal provoca alterações hormonais e um estado inflamatório crônico que estimulam a proliferação celular e inibem a apoptose (morte programada das células). Dessa forma, a gordura contribui para a formação e a progressão de diversos tipos de câncer, como o de esôfago (adenocarcinoma), estômago (cárdia), pâncreas, vesícula biliar, fígado, intestino (cólon e reto), rins, mama (mulheres na pós-menopausa), ovário, endométrio, meningioma, tireóide, mieloma múltiplo e possivelmente próstata (avançado), mama (homens) e linfoma difuso de grandes células B.

É POSSÍVEL EVITAR O CÂNCER ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO?

* VERDADE
As escolhas alimentares são muito importantes. Enquanto alguns alimentos podem ajudar a proteger o corpo contra a doença, outros podem aumentar o risco de desenvolver câncer. Uma dieta rica em alimentos in natura ou minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e pobre em alimentos ultra processados, como aqueles prontos para consumir ou aquecer e bebidas açucaradas, é capaz de prevenir o surgimento da doença. A recomendação é consumir, no mínimo, cinco porções, ou seja, 400g por dia de vegetais, sendo duas porções de frutas e três de verduras e legumes sem amido, como cenoura, couve-flor, berinjela e tomate. Cada porção equivale a uma quantidade aproximada que caiba na palma da mão (80 g), do produto picado ou inteiro.

EXISTEM ALIMENTOS QUE PODEM CURAR O CÂNCER?

* MITO
Não podemos atribuir a nenhum alimento específico poder de cura. A alimentação saudável deve ser variada e composta por diferentes tipos de alimentos protetores, como frutas, legumes, verduras, feijões e outras leguminosas, cereais integrais, castanhas e outras oleaginosas. Existem evidências claras que uma alimentação saudável auxilia na prevenção e no tratamento do câncer. Consuma alimentos de diferentes cores, como vermelha, verde, amarela, branca, roxa e laranja. Quanto mais colorida for sua refeição, melhor.

GRANDE PARTE DOS REFRIGERANTES POSSUI UM CORANTE QUE POSSIVELMENTE FAVORECE FORMAÇÃO DO CÂNCER.

* VERDADE
Os refrigerantes contêm a substância 4-MI (4-metil-imidazol), classificada como possivelmente cancerígena pela Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC), da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse composto é um subproduto do corante caramelo IV presente nessas bebidas. De acordo com o estudo, a bebida comercializada no Brasil continha 267 microgramas (mcg) de 4-MI em uma lata de 355 ml. Essa concentração foi a maior identificada dentre todos os países pesquisados.

OS BENEFÍCIOS DA INGESTÃO DE FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS NA PREVENÇÃO DE CÂNCER SUPERAM OS MALEFÍCIOS DO CONSUMO DESSES ALIMENTOS COM RESÍDUOS DE AGROTÓXICOS.

* VERDADE
Existem evidências de que os benefícios da ingestão de frutas, legumes e verduras na prevenção do câncer superam os malefícios do consumo desses alimentos com resíduos de agrotóxicos. Nos vegetais são encontradas vitaminas, minerais, fibras e fitoquímicos que previnem contra diversos tipos de câncer. Optar por alimentos de base agroecológica ou orgânicos é sempre o ideal, pois além de contribuir para a preservação do meio ambiente e para a agricultura familiar, são mais saudáveis. Entretanto, se não for possível adquiri-los, não podemos abrir mão desses alimentos protetores, pois estudos indicam que a redução no seu consumo pode aumentar consideravelmente o número de casos de câncer.

EXPOSIÇÃO A FORNO DE MICRO-ONDAS PODE PROVOCAR CÂNCER.

* MITO
A radiação do micro-ondas tem apenas a propriedade de cozinhar e/ou aquecer os alimentos, não alterando a estrutura química ou molecular do alimento. Assim, o consumo de alimentos aquecidos no micro-ondas não aumenta o risco de câncer.O forno de micro-ondas emite uma forma de radiação não ionizante classificada como possivelmente cancerígena para seres humanos, mas a estrutura do forno está preparada para que a radiação não extravase para o ambiente externo.

AQUECER ALIMENTOS OU ADICIONÁ-LOS QUENTES A RECIPIENTES PLÁSTICOS AUMENTA O RISCO DE CÂNCER.

* VERDADE
O aquecimento de recipientes plásticos contendo alimentos pode liberar substâncias nocivas com potencial de causar câncer, como a dioxina, o bisfenol A (BPA) e os ftalatos. Visto que não há como ter segurança quanto à presença ou não dessas substâncias nos recipientes utilizados, o recomendável é nunca aquecer alimentos em recipientes plásticos, inclusive mamadeiras. O melhor é transferir a comida para vasilhas de vidro temperado ou de porcelana que suportem o calor. Essa cautela se aplica também para as bandejas de espuma em que são acondicionadas lasanhas e outras massas, por exemplo. O filme plástico utilizado para proteger e cobrir alimentos também deve ser evitado, pois o vapor condensado pode respingar substâncias perigosas no alimento. É mais seguro usar papel toalha, pano de prato ou saco de papel. Tais cuidados são simples e podem evitar danos à saúde.

Heloisa Helena

Especialista em Nutrícia Clínica, a área da nutrição que foca na ingestão adequada de alimentos e nutrientes para resistência a doenças. Heloísa também atua na área de nutrição esportiva, voltada para praticantes de atividades físicas.

Convênios

ver mais
Vita Pilates Pilates Savassi e Anchieta . BH (31) 3646-5222 ou 99891-8257 www.vitapilatesbh.com.br 5% a 10% ver mais
Átis Hotel Hotelaria Bela Vista . Conceição do Mato Dentro (31) 3868 3050 www.atishotel.com.br Diárias a partir de R$145,00 ver mais
Vila Mundo Colégios Castelo e Serrano . BH (31) 3476 4639 ou 3476 7619 www.colegiovilamundo.com.br 12% a 20% ver mais
Top