Sessão Extraordinária

CNJ realiza última sessão do ano na terça (18/12)

segunda-feira, 17/12/18 11:10

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza nesta terça-feira (18/12) a 51ª Sessão Extraordinária, última sessão plenária do ano. Entre os dezesseis itens da pauta, está a proposta de regulamentação do auxílio-moradia para a magistratura. Também pode ser julgada a Reclamação Disciplinar proposta pela Advocacia-Geral da União (AGU) contra o juiz federal Eduardo Luiz Rocha Cubas, na qual o órgão questiona a atuação do juiz durante as Eleições de 2018, ao esboçar decisão de recolhimento de urnas para realização de testes de segurança.

O pagamento do auxílio-moradia para toda a magistratura foi revogado pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), no dia 26 de novembro. Em sua decisão, Fux determinou que o CNJ e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentem o auxílio-moradia para juízes e promotores, respectivamente. A minuta de resolução será apresentada pelo presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli.

Quanto ao magistrado do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF 1), em outubro, o Plenário do CNJ ratificou, por unanimidade, a liminar concedida pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, que afastou cautelarmente Rocha Cubas das atividades jurisdicionais. A decisão teve base em documento apresentado pelo Comando do Exército Brasileiro, juntado ao processo pela AGU, em que o juiz pretendia recolher urnas eletrônicas em seções eleitorais do país para a realização de testes de segurança.

Além disso, o processo inclui link de um vídeo postado na internet, de conteúdo político-partidário, em que o magistrado está ao lado de um candidato às Eleições de 2018, em frente à sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde apresenta sua manifestação.

Ranking da Transparência

Após a 51ª Sessão Extraordinária, o CNJ entrega, em solenidade em sua sede, o prêmio do Ranking da Transparência, previsto na Resolução 215/2015, que dispõe sobre o acesso à informação no Judiciário. O ranking, elaborado a partir de informações prestadas ao CNJ por tribunais e conselhos, tem a finalidade de avaliar o grau de informação que os tribunais brasileiros disponibilizam aos cidadãos.

Os tribunais responderam ao CNJ, entre outras questões, se disponibilizam informações sobre endereços, telefones e horários de atendimento ao público em suas páginas na Internet e ferramentas de pesquisa, assim como os rendimentos dos tribunais.

Acesse aqui à pauta da 51ª Sessão do CNJ.

A sessão pode ser acompanhada ao vivo pela internet, por meio da TV Plenário.

Serviço
51ª Sessão Extraordinária
Local: Plenário do Conselho Nacional de Justiça
Data: 18/12
Horário: 14 horas

Fonte: CNJ

Matérias Relacionadas

Juízes e procuradores querem manter auxílio-moradia de ao menos R$ 1.000 por mês

Últimas notícias

ver mais
DETERMINOU FIM DA GREVE DESEMBARGADOR QUE ALEGOU CRISE GANHA R$ 90 MIL sábado, 23/03/19 16:41 Neste sábado, dia 23/3, o portal Estadão publicou reportagem repercutindo a determinação do desembargador ...
COMUNICADO NOTA À IMPRENSA sábado, 23/03/19 14:20 O Sindicato dos Servidores da Justiça de 2a Instância do Estado de Minas Gerais ...
AÇÃO POPULAR SINDICALISTAS DENUNCIAM NOMEAÇÃO ILEGAL NO TJMG sexta-feira, 22/03/19 18:24 Em meio a um cenário de descumprimento de leis trabalhistas e direitos dos servidores ...

Convênios

ver mais
Átis Hotel Hotelaria Bela Vista . Conceição do Mato Dentro (31) 3868 3050 www.atishotel.com.br Diárias a partir de R$145,00 ver mais
iYoga-BH Yoga Centro . BH (31) 3141 1779 www.institutodeyogabh.com.br 20% ver mais
Crossfit BH Academias Lourdes e Mangabeiras (31) 2511-1136 ou 99195-9049 www.crossfitbh.com.br 20% ver mais
Top