APÓS RECURSOS

DIVULGADO NOVO RESULTADO DA PV 2016

sexta-feira, 09/03/18 16:01

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) publicou, nesta sexta-feira (9/3), no Diário do Judiciário eletrônico (DJe), o resultado da Promoção Vertical (PV) 2016, após os recursos ao 2º Vice-Presidente do Tribunal e Superintendente da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (EJEF).

Os servidores que tiveram a posição de classificação alterada após publicação do recurso ao superintendência da EJEF, conforme item 8.5.1 do edital, tem o prazo de dez dias para interpor novo pedido de reconsideração. Caso não sejam interpostos mais recursos, o certame segue para homologação do presidente do TJMG, desembargador Herbert Carneiro.

PV 2017

Após a homologação da PV 2016, o TJMG deverá divulgar o apontamento de vagas para a Promoção Vertical 2017, conforme previsto no edital. Vale lembrar que o recurso previsto inicialmente para a PV 2017 era de 12,5 milhões.

Em reunião realizada em fevereiro com o SINJUS-MG, o SERJUSMIG e o SINDOJUS/MG, o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Herbert Carneiro, anunciou o aumento do recurso para Promoção Vertical dos servidores em 2017 para R$ 20 milhões. “É com alegria que informo essa quantia. Trata-se do resultado de um esforço contínuo e paciente para mostrar aos servidores que, ciente de que são indispensáveis para o bom andamento dos trabalhos jurisdicionais e para a entrega da Justiça que a população merece e requer, a Administração do TJMG batalhou para demonstrar com atos o quanto valoriza as equipes de servidores”, declarou Herbert Carneiro à época.

Apesar de importante o maior investimento na carreira dos servidores, o SINJUS alerta que o aumento dos recursos não significa necessariamente aumento significativo no número de vagas que deverão ser ofertadas. Na PV 2016, as expectativas foram frustradas, pois mesmo com aumento de 40% nos recursos a limitação de vagas impediu o acesso de um maior número de servidores nas classes subsequentes.

CARREIRA

É importante o servidor ficar atento aos prazo e condições previstas na Resolução 367/2001, que regulamenta o Plano de Carreiras. Importante cumprir todos os requisitos previstos na norma; exigir do gestor imediato que mantenha a avaliação de desempenho em dia; investir em cursos de aperfeiçoamento (cursos externos) que de fato estejam relacionados com as atividades típicas do Poder Judiciário; não deixar de realizar cursos para os quais tenha sido convocado pela EJEF; entre outros.

Servidor, fique atento e cuide de sua carreira. Qualquer dúvida, o SINJUS está à disposição para lhe orientar.

Últimas notícias

ver mais
"Planejamento e orçamento público" Abertas inscrições para curso sobre orçamento público terça-feira, 18/09/18 13:52 Interessados podem confirmar participação até 22 de novembro; capacitação pode ser concluída até dia ...
RESPEITA, TRIBUNAL! AMANHÃ É DIA DE ATO PÚBLICO; VÁ DE CAMISA PRETA! terça-feira, 18/09/18 11:50 Nesta quarta-feira, 19/9, às 13h, tem Ato Público Unificado para cobrar do TJMG mais ...
Top