INICIATIVA

TJMG INAUGURA SALA DE AMAMENTAÇÃO NA SEDE

segunda-feira, 07/01/19 16:04

Assim que a licença-maternidade termina, a preocupação de toda mãe que vai voltar a trabalhar é saber como vai continuar amamentando seu filho. Para apoiar as servidoras e profissionais que frequentam o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o Órgão inaugurou nesta segunda-feira, 7/1, uma Sala de Amamentação, na Sede, na Afonso Pena. Participaram da inauguração do espaço o presidente do Tribunal, desembargador Nelson Missias, o superintendente de Gestão Predial, desembargador Octavio Augusto De Nigris Boccalini, além de outros magistrados. O SINJUS-MG foi representado pelo diretor de Assuntos Sociais, Culturais e de Saúde, Felipe Rodrigues.

A Sala, que fica no 1° andar do prédio, é climatizada, possui trocador, armários, sofás, uma mesa central com telefone e iluminação apropriada para o momento da amamentação. A iniciativa foi comemorada pela servidora filiada ao SINJUS Sibele de Souza, que trabalha na CONCES/DEARHU, e é mãe do Lucas, de 10 meses. “Depois que voltamos a trabalhar, é importante ter um local para retirar o leite ou amamentar. Se a mãe fica muito tempo sem ordenhar, a quantidade de leite pode até diminuir. Além disso, ficar com o peito cheio também incomoda”. Sibele reforça ainda que um espaço apropriado facilita a concentração dos pequenos na hora da amamentação.

Durante a inauguração do espaço, o presidente do TJMG disse que a Sala de Amamentação faz parte de um compromisso da atual Gestão de levar harmonização ao ambiente de trabalho. “Estamos inaugurando uma estrutura mínima necessária. Algo simples, mas que traz humanização no ambiente de trabalho. Antes as servidoras tinham que ficar nos corredores em situações às vezes até constrangedoras”.

Avanços

“Em um ambiente de alta produtividade como o Tribunal, o trabalho acaba por distanciar o servidor de sua família. Iniciativas como esta são importantes para amenizar essa distância e proporcionar melhor ambiente para o desenvolvimento saudável dos filhos. A medida acrescenta melhores condições de trabalho às nossas servidoras-mães e, por consequência, contribui para a saúde delas nesse momento delicado da criação dos filhos”, afirma o diretor do SINJUS, Felipe Rodrigues. Por isso, uma das demandas que o Sindicato vai apresentar ao Tribunal é a criação de espaços como esses nas outras unidades, para atender o maior número de servidoras.

Vale lembrar que o SINJUS teve papel fundamental na conquista de dois direitos envolvendo a maternidade: em 2009, a ampliação da licença-maternidade para 180 dias e, em 2016, a ampliação da licença-paternidade para 20 dias.

O SINJUS-MG SOMOS TODOS NÓS!

Últimas notícias

ver mais
PLANO DE SAÚDE SOLICITE A ENTREGA DA SUA CARTEIRINHA 2019 DA UNIMED quarta-feira, 16/01/19 14:36 As novas carteirinhas do plano de saúde Unipart Regional Unimed, por meio do convênio ...
votação aberta Eleição da nova Mesa da ALMG ocorre em seguida à posse quarta-feira, 16/01/19 11:10 Pela segunda vez na história, o presidente da ALMG será escolhido em votação aberta, ...
DATA-BASE E AUXÍLIOS SINJUS PEDE EXPLICAÇÕES AO TJMG terça-feira, 15/01/19 15:45 Nos últimos dias, os servidores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foram ...
Top