CONVOCATÓRIA

TODOS AO ATO PÚBLICO E AGE, NA QUARTA-FEIRA, 24/4, 13H

terça-feira, 16/04/19 18:38

VAMOS PROTESTAR E DELIBERAR SOBRE O CORTE DE PONTO! VISTA SUA CAMISA PRETA: SÓ A LUTA TE GARANTE!!

 

“O silêncio é melhor do que parecer louco, fraco ou irracional. O silêncio, às vezes, evita que você seja rejeitado ou ouça coisas que não quer ouvir.” (…) “Às vezes, o silêncio significa confusão. Não saber o que dizer, não saber se fará a diferença, não saber se irá piorar. Às vezes, o silêncio é a única resposta para alguém que não tem consciência da dor que causou, é a única resposta para alguém que não se importa em saber se você está bem.” – Luiza Fletcher, diretora de Redação de O Segredo

 

Medo de parecer louco, fraco ou irracional. Ouvir o que não quer. Confusão. Falta de consciência. Desimportância. O silêncio adotado pelo ordenador de despesas do TJMG, desembargador-presidente Nelson Missias de Morais, acerca do cumprimento dos direitos dos servidores, previstos em lei, pode significar muita coisa. Mas, apesar do incômodo que o silêncio sobre os pleitos da categoria vem gerando no clima organizacional do Órgão, algo vem falando alto aos ouvidos do servidor: as atitudes da Atual Administração. Na verdade, elas têm gritado na vida diária dos servidores, que enfrentam uma desigualdade histórica de tratamento de classes. Confira os fatos que passaram a fazer parte da história do Tribunal mineiro, com destaque para o ano de 2019:

 

 

Caro, servidor, como você se sente diante desses fatos? Reveja as palavras sublinhadas no tratamento de uma e outra categoria e responda: que argumentos do Tribunal de Justiça você aceita para ter o atendimento às suas reivindicações cada vez mais esticado? Escolha uma das alternativas abaixo e poste o número nos comentários da publicação desta matéria nas mídias sociais. Manifeste a sua indignação, colega!

  1. Reconheço a necessidade de confirmação da regularidade dos repasses do Executivo porque também não confio na palavra do governador
  2. Aceito que o resultado do Relatório de Gestão Fiscal para conferência da RCL seja imprescindível apenas para o pagamento dos meus direitos e não para o dos magistrados
  3. Ouvi falar da unificação das carreiras, que, historicamente sempre aparece em meio a uma luta para desviar o foco e nunca sai do papel; novamente, não deixaram os sindicatos terem acesso à suposta proposta, mas eu estou confiante na Gestão do Tribunal
  4. Fui tranquilizado pelo Tribunal quanto ao pagamento parcelado de uma Data-Base de dois anos atrás e com o aumento de recursos para a PV de 2017 em R$ 5 milhões; permaneço tranquilo mesmo que alguns cargos fiquem de fora tanto na 1ª quanto na 2ª instância
  5. Aceito a prioridade de atendimento à pauta dos magistrados
  6. Nenhum! Só a luta me garante e estarei presente ao ato público no próximo dia 24/4 contra o corte de ponto, que fere mais um direito dos servidores: o direito constitucional de fazer greve! Além disso, em maio a luta continua e, agora, com mais uma reivindicação acumulada – o cumprimento da Data-Base 2019. Eu quero menos Desigualdade e mais Justiça!

 

CONVOCATÓRIA ATO PÚBLICO

O Comando de Greve, reunido na tarde desta segunda-feira (15/4) deliberou pela realização de um grande ato público em protesto ao corte do ponto dos servidores grevistas de 2019. Todos os servidores do TJMG estão convocados, grevistas ou não! Esta luta se refere ao direito de todos! A manifestação ocorrerá a partir das 13h, em frente à sede do órgão (Avenida Afonso Pena, Nº 4.001). Após ato público, será realizada Assembleia Geral Extraordinária (AGE), no mesmo local, conforme convocatória a seguir.

CONVOCATÓRIA AGE

A Diretoria Colegiada do SINJUS-MG convoca os servidores da 2ª Instância (filiados e não-filiados) para Assembleia Geral Extraordinária, no dia 24/4, quarta-feira, às 13h30, em primeira chamada, e às 14h, em segunda chamada, na porta da sede do TJMG (Avenida Afonso Pena, Nº 4.001).

PAUTA:

– Deliberar sobre corte de ponto;

– Deliberar sobre uso do fundo de greve;

– Outros assuntos de interesse da categoria.

 

Notícias relacionadas

SUPERÁVIT SOBE PARA R$ 100 MI O SALDO DO FEPJ PARA AUXÍLIOS  segunda-feira, 08/04/19 11:52 De janeiro a março deste ano, o Fundo Especial do Poder Judiciário (FEPJ) registrou superávit acumulado de R$ 94,2 milhões. Deste modo, o saldo da chamada Fonte 60, apurado no último dia 3/4, no Portal da Transparência MG, foi ... leia mais
DECISÃO AGE LEVA CONTRAPROPOSTA AO TJ; SEGUE ESTADO DE GREVE quarta-feira, 03/04/19 17:48 Os servidores da 2ª Instância do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), reunidos em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), na tarde desta quarta-feira, 3/4, deliberaram, por unanimidade, pela manutenção do ESTADO DE GREVE e apresentação de uma contraproposta aos ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
PERGUNTAS E RESPOSTAS SINJUS LANÇA FAQ COM AS PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE A PV terça-feira, 23/07/19 18:13 A partir da experiência acumulada durante os atendimentos em plantões e nos grupos específicos ...
DIREITO CIVIL ATUAL A função social na inclusão da pessoa com deficiência terça-feira, 23/07/19 11:33 Por Eduardo Tomasevicius Filho Já se passaram quatro anos da promulgação da Lei Brasileira de ...
RESOLUÇÃO DO TJMG SINJUS PEDE O FIM DA EXIGÊNCIA DA CID EM ATESTADOS segunda-feira, 22/07/19 18:34 Após receber várias reclamações de servidores, o SINJUS-MG enviou o Ofício Nº 131/2019 requerendo ...

Convênios

ver mais
PUC Minas Graduação / Pós-Graduação Belo Horizonte e 6 localidades (31) 3319 4397 ou 3319 4444 www.pucminas.br 15% a 20% ver mais
Metropax Assistência Funerária Santa Efigênia . BH (31) 3047 4010 www.metropax.com.br 20% + ISENÇÃO da Taxa de Adesão ver mais
Top