REFORMA ADMINISTRATIVA

DEPUTADOS QUEREM GUEDES EM AUDIÊNCIA DA PEC 32

quinta-feira, 17/06/21 18:39

A comissão especial que debate e vai votar o mérito da proposta do governo que trata da Reforma Administrativa (PEC 32/20) se reuniu, nesta quarta-feira (16), para debater o plano de trabalho elaborado pelo relator, deputado Arthur Maia (DEM-BA). Dos quase 60 requerimentos para realização de audiências públicas, o colegiado aprovou vários.

A primeira audiência temática da comissão deverá ocorrer na próxima terça-feira (22). O plano de trabalho considera o recesso parlamentar e, segundo o relator, o parecer dele vai ser concluído em agosto. Caso não haja atrasos no calendário, em setembro a proposta estará no plenário para votação em 1º turno.

Um dos primeiros convidados para falar à comissão sobre a proposta vai ser o ministro da Economia, Paulo Guedes, que é o autor da PEC 32/20, apresentada ao Congresso Nacional, em setembro.

“Convidado” ou “convocado”
A principal polêmica em torno da presença de Guedes na comissão foi se seria “convidado” ou “convocado” para audiência pública.

“O primeiro critério é… O ministro Paulo Guedes é o principal responsável, proponente, que diz quanto vai economizar com essa suposta reforma e tal. Seria importante que ele pudesse, mesmo como convidado, estar nas primeiras audiências, para deflagrar o processo de debate”, ponderou o deputado Rui Falcão (PT-SP).

“A segunda questão que eu levanto é que, como é convite, ‘eu aceito se quiser’. Tem que haver uma combinação. Está aqui o líder do governo [depurado Ricardo Barros (PP-PR)], que já disse que vamos ter um Estado mais leve e pautado pela meritocracia”, disse Falcão.

“Então, é preciso que haja um certo compromisso de data e de procedimentos, porque a experiência que nós tivemos na Comissão de Constituição e Justiça é que o ministro infelizmente fugiu — falou e foi embora —, quando o que nós estamos querendo, ao propiciar o convite, é que possa haver interlocução entre nós. Há uma diferença de rito entre a convocação e o convite. A convocação tem réplica”, ponderou.

“Então, seria conveniente que pudéssemos estabelecer um acordo que não fosse só transformar a convocação em convite”, asseverou o deputado do PT.

“Lendo jornal”
O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros disse estar em processo de negociação a presença do ministro Paulo Guedes no colegiado, mas sem a necessidade de ser “convocado”, mas sim “convidado”.

Paralelo à defesa do ministro, Barros atacou os servidores, generalizando condutas excepcionais entre os funcionários públicos e desdenhando dos segmentos e categorias do funcionalismo. Barros comentou a necessidade da meritocracia no serviço público e sugeriu que o servidor que fica “lendo jornal” não pode ter os mesmos proventos e benefícios dos demais.

Seminários, entidades de assessoria e centrais sindicais
A comissão deverá realizar seminários regionais de forma virtual. Já foi sugerido no Rio de Janeiro, Bahia, Acre entre outros estados. O objetivo é também compilar os anseios dos servidores nos estados e municípios.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) sugeriu que nas audiências também possa contar com a presença das entidades de assessoria do movimento sindical, como o DIAP e o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) e as centrais sindicais.

Plano de trabalho
O relator pretende que a comissão realize 12 audiências temáticas. Entre essas: sobre o regime jurídico da magistratura e a inclusão de outras carreiras que não estão abrangidas no texto da proposta na forma original e a intervenção do Estado na economia.

O relator apontou a preocupação de em relação a outros temas, como carreiras típicas de Estado, contratação temporária, avaliação de desempenho, situação dos empregados públicos na reforma entre outros pontos.

Outra atenção vai ser em relação os efeitos da reforma nos atuais servidores, que segundo o relator, tem que debater uma forma de garantir direitos adquiridos e a regulamentação da reforma em leis complementares no futuro.

Fonte: Diap

Notícias relacionadas

REFORMA ADMINISTRATIVA VEJA A POSIÇÃO DA COMISSÃO ESPECIAL QUANTO À PEC 32 sexta-feira, 11/06/21 18:57 O Portal Que Estado queremos? fez um levantamento sobre a posição dos deputados que compõem a Comissão Especial que vai analisar o mérito de PEC 32/2020 (Reforma Administrativa) na Câmara dos Deputados. Abaixo estão as reproduções de declarações retiradas das redes sociais dos parlamentares. Alguns parlamentares não se manifestaram ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Deputados estaduais conversando na Mesa Diretora e no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Ao fundo há uma parede em granito preto e um grande telão que projeta a imagem de um parlamentar que discursa na tribuna. BENEFÍCIO LEI AMPLIA LICENÇA-PATERNIDADE DO SERVIDOR ESTADUAL segunda-feira, 20/09/21 18:45 Foto: Henrique Chendes/Arquivo ALMG Foi publicada no sábado, dia 18 de setembro, no Diário ...
Plenário da Câmara dos Deputados com a maioria das cadeiras vazias, tendo apenas uma deputada com vestido amarelo e um deputado com terno azul. Na Mesa Diretora, uma deputada de cabelo preto liso preside a sessão com um deputado calvo de um lado e um de cabelo grisalho do outro. No canto superior, há uma arte de uma bomba de dinamite com os dizeres “Reforma Administrativa”. LUTA DECISIVA SEMANA SERÁ DE MOBILIZAÇÃO INTENSA CONTRA A PEC 32 segunda-feira, 20/09/21 12:35 Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados A pressão dos sindicatos e das entidades sociais na luta ...
ASSISTA À LIVE #30: PEC 32 E NEGOCIAÇÕES COM O TJMG sexta-feira, 17/09/21 19:37 Confira a Live SINJUS # 30, que traçou um panorama das duas principais frentes ...
Top