RISCO A SERVIDORES

FENAJUD REJEITA VOLTA DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS

segunda-feira, 29/06/20 18:05

Em março, fomos todos surpreendidos pela escalada do novo coronavírus (Covid-19). Na esteira da Pandemia, mais de 54 mil brasileiros tiveram as suas vidas ceifadas e mais de 1 milhão e 200 mil foram infectados até o momento. Diante do agravamento da situação no país, a Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados) declara total apoio à categoria e rejeita o retorno presencial imediato das atividades, previsto no Poder Judiciário, sem a participação e diálogo com as entidades sindicais – representantes legais dos servidores e servidoras em todos os estados.

O possível adiamento do retorno presencial da categoria não significa uma paralisação no atendimento da Justiça estadual. Os trabalhadores e as trabalhadoras darão continuidade ao que vem sendo feito há meses: o home office e os atendimentos emergenciais, inclusive com altos índices de produtividade. A justiça não parou!

A falta de condições e protocolos de retorno colocam em risco diretamente a vida dos servidores e servidoras, a de seus parentes idosos e familiares de grupos de risco, indiretamente, e da população em geral por causa da pandemia da Covid-19.

A Fenajud fez um levantamento da previsão de retorno do Trabalho Presencial no Judiciário dos Estados:

Os Tribunais desconsideram a realidade da pandemia, uma vez que estipulam datas sem respeitar os critérios indicados pelas instituições científicas renomadas, em especial a curva descendente de casos de infecção e de mortes por pelo menos 14 dias consecutivos.

Fenajud defende Greve pela Vida

A Federação apoia irrestritamente a greve, legal e justificada, deflagrada pelo Sindjustiça-RJ contra o retorno presencial no próximo dia 29 de junho. A decisão tomada por ampla maioria (61,9%) foi divulgada pelo sindicato após o término das assembleias locais on line.

Para a Fenajud, a decisão dos trabalhadores e trabalhadoras do estado, que se recusam a retornar devido à falta de condições sanitárias necessárias para o trabalho presencial e para o atendimento ao público, é acertada. Pois é necessário garantia de que todos os protocolos de segurança, emitidos pelos órgãos de saúde internacionais e nacionais, estão sendo seguidos.

Os servidores e servidoras tem sofrido duramente o impacto da pandemia no estado. De acordo com informações do Sindjustiça-RJ, até o momento, 14 serventuários já perderam a vida no RJ devido à Covid-19. Além do mais, o Brasil se tornou o novo epicentro mundial da doença e, em muitas regiões, a pandemia está em crescimento acelerado com recordes mundiais.

A Federação repudia ainda a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que publicou o Ato Normativo Conjunto nº 25, elaborado sem a participação do sindicato. Diante do exposto, exigimos a mais ampla democracia e a abertura das discussões entre o Tribunal e o representante da categoria, o Sindjustiça-RJ – não apenas a gestão superior, de forma monocromática – a exemplo do que vem ocorrendo em outros estados.

Defesa da categoria

A Fenajud seguirá acompanhando de perto a situação no estado do Rio de Janeiro e em outras Unidades da Federação. Além disso, se coloca à disposição dos servidores e servidoras e de seus familiares neste momento em que o mundo passa pela maior crise sanitária dos últimos cem anos. E aponta que não medirá esforços para resguardar a vida dessas pessoas.

Aos Tribunais: nossos trabalhadores e trabalhadoras não são números. São sonhos. São vidas. Por isso, não compactuamos com medidas que exponham nossa categoria ao risco. Não é o momento de retornar às atividades presenciais! O momento é de lutar pela vida.

Fonte: Fenajud

Notícias relacionadas

SEGURANÇA ALMG REGULAMENTA TELETRABALHO NO SETOR PÚBLICO sexta-feira, 19/06/20 12:18 O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou, nesta quinta-feira, 18/6, projetos de lei que tratam do teletrabalho no serviço público estadual, enquanto perdurar a pandemia de Covid-19. O destaque é para a proposta que assegura ao ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
LEI ESTADUAL SERVIDOR COM FILHOS TERÁ PRIORIDADE PARA HOMEOFFICE sexta-feira, 10/07/20 17:46 Servidores públicos responsáveis por alunos em idade escolar agora têm prioridade no regime do ...
PREVIDÊNCIA AJUDE A CONSTRUIR ALTERNATIVAS PARA A REFORMA EM MG quinta-feira, 09/07/20 18:10 Na quarta-feira, dia 8 de julho, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), ...
REFORMA DA PREVIDÊNCIA PRESSIONE OS DEPUTADOS DA COMISSÃO ESPECIAL quinta-feira, 09/07/20 17:37 No dia 3 de julho, a parte referente à reforma previdenciária da Proposta de ...

Convênios

ver mais
Top