DEBATE NA ALMG

SINDICALISTAS EXPÕEM MENTIRAS ACERCA DO RRF, A PEC 32 MINEIRA

quarta-feira, 27/10/21 18:11 Montagem contendo uma tela de computador na qual está projetada a imagem do diretor de assuntos jurídicos do SINJUS, Wagner Ferreira, durante audiência pública na ALMG.

“O RRF (Regime de Recuperação Fiscal) é a nossa PEC 32.” A afirmação foi feita pela deputada estadual Beatriz Cerqueira (PT), na terça-feira (26), durante audiência pública na Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que debateu o Projeto de Lei (PL) 1.202/2019, que prevê a adesão ao Regime pelo Governo de Minas. O SINJUS-MG foi representado pelo diretor de Assuntos Jurídicos, Wagner Ferreira, que deu início à sua fala com um alerta: “A gente luta em âmbito nacional contra a ‘deforma’ administrativa – a PEC da Rachadinha, e no âmbito estadual somos surpreendidos, às vésperas da Semana do Servidor, com esse pedido de urgência para adesão ao RRF. Um regime que é terrível e está rodeado de fake news”.

“Não é verdade que, se Minas não aderir ao regime, terá de pagar de uma vez só a sua dívida bilionária. Infelizmente, também não é verdade que a recomposição salarial dos servidores fica garantida com a adesão. No Rio de Janeiro, o Legislativo aprovou a recomposição, o governo vetou, os deputados derrubaram o veto, e mesmo assim o STF, atendendo à iniciativa do governo, derrubou sob alegação do RRF. Temos que ficar muito atentos a essas tentativas de manobra do governo. Estamos falando de nove anos de adesão e de um projeto que não foi devidamente discutido com a sociedade”, disse Wagner do SINJUS, que ainda comentou a política do ministro Paulo Guedes em âmbito nacional, que já vem ameaçando furar o teto de gastos. “Acredito que não é essa Minas Gerais que os deputados querem. Sugiro que nossos parlamentares possam fazer desde já uma intervenção junto ao Supremo”, finalizou.

A possibilidade de adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) foi criticada durante toda a audiência por lideranças sindicais, que foram unânimes em condenar a proposta e acusar o governador Romeu Zema de mentiroso, por prometer reajustes salariais para os servidores públicos depois que o Estado aderir ao RRF.

Para autorizar o Estado a aderir ao RRF, a ALMG precisa aprovar o Projeto de Lei (PL) 1.202/2019 do governador, que tramita em regime de urgência e aguarda parecer de 1º turno da Comissão de Constituição e Justiça.

Caso a adesão ao RRF seja concretizada, o Estado terá que adotar um teto de gastos para limitar o crescimento de suas despesas ao longo de nove anos e privatizar empresas estatais. Em compensação, o Estado deixa de pagar sua dívida com a União no primeiro ano de vigência do RRF, com o retorno progressivo dos desembolsos até o final do nono ano.

“Diante da subserviência que o RRF coloca nosso Estado, pode fechar tudo, o Legislativo e o Executivo, pois nosso país vai passar a ser governado por uma comissão. No Rio de Janeiro, por exemplo, o passo seguinte a isso foi ter PEC (Proposta de Emenda à Constituição) própria para limitar o investimento social. Está claro que o objetivo desse projeto é entregar o estado para os amigos do governador. Aqui em MG tem privilegiados, sim, mas não são os servidores públicos. A máquina de privilégio hoje está nos ‘consultores voluntários do governador’”, defendeu a deputada Beatriz Cerqueira.

A parlamentar também informou que, simultaneamente à realização da audiência pública, o governador Romeu Zema convocou alguns deputados para uma reunião na qual defendeu a adesão ao RRF. “Quero alertar todos os mineiros porque quem pagará essa conta é o povo”, afirmou.

Fonte: SINJUS com informações da ALMG

Notícias relacionadas

Charge com um homem com camisa estrita “servidor público” sendo assustado por outro homem vestindo boné com a aba para o lado, terno verde e camisa amarela escrita “PECs 57 e 32. Este segundo homem diz a seguinte frase para o primeiro: "Ráááááááááááá. Peczinha do Malandro, Glu, Glu, Ié, iééééé!".
ESPECIAL “ACORDA, SERVIDOR” A TÁTICA INFALÍVEL DOS GOVERNANTES quarta-feira, 27/10/21 14:20 O Brasil está em crise. Cerca de 17 milhões de famílias estão passando fome. No total, 13,7 milhões de pessoas estão desempregadas no País. O que elas mais precisam agora é do apoio de políticas públicas e dos serviços ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Sob um fundo cinza, a imagem mostra uma bola de demolição rotulada com RRF destruindo uma parede contendo a imagem da bandeira de Minas Gerais, enquanto uma multidão de silhuetas levanta os braços em forma de protesto. A parede está rachada e quebrada, sugerindo que está sendo demolida. MOMENTO DECISIVO ENTIDADES SE MOBILIZAM PARA BARRAR APROVAÇÃO DO RRF NA 2ªF., 15/7 sexta-feira, 12/07/24 18:35 O prazo de suspensão do pagamento da dívida mineira com a União termina na ...
Uma pessoa vestida com camisa preta está segurando um relógio grande na frente de seu rosto, com prateleiras de arquivos e uma pilha de papéis ao fundo. EQUIDADE SINJUS-MG requer revisão da compensação de horas para plantões judiciais sexta-feira, 12/07/24 08:51 O SINJUS-MG protocolou um ofício à Presidência do Tribunal de Justiça de Minas Gerais ...
A imagem mostra um consultório médico onde um profissional da saúde em quiropraxia , que aparentemente é médico ou fisioterapeuta, está examinando um menino sem camisa. Em primeiro plano, há um modelo anatômico de uma coluna vertebral em cima de uma mesa ao lado se vê uma montagem digital de um braço segurando um raio x por prendedor metálico. Ao fundo, pode-se ver cartazes com ilustrações do corpo humano na parede. O profissional está de óculos e parece estar focado na avaliação do paciente. BENEFÍCIOS CONHEÇA OS NOVOS CONVÊNIOS NA ÁREA DA SAÚDE FIRMADOS PELO SINJUS quinta-feira, 11/07/24 17:30 Quem nunca sofreu com aquela dor no corpo que limita os movimentos? Ou precisou ...

Convênios

ver mais
REPPhysio Fisioterapia Barro Preto . Belo Horizonte (31) 98256-8298 https://www.instagram.com/repphysiobr 20% ver mais
Espaço GS Pilates Fisioterapia Coração de Jesus . Belo Horizonte (31) 98284-0699 15% ver mais
DROGA RAIA Convênios . Belo Horizonte, RMBH, Rio de Janeiro, São Paulo, sul do Brasil. www.drogaraia.com.br 17% a 44% ver mais
DROGASIL Convênios . Minas Gerais, São Paulo, Nordeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil www.drogasil.com.br 17% a 44% ver mais
Top Fale conosco