ATAQUES AOS SINDICATOS

SINJUS INTERPELA GOVERNADOR NA JUSTIÇA

sexta-feira, 24/07/20 18:48

O coordenador-geral do SINJUS-MG, Alexandre Pires, e o diretor de Finanças do Sindicato, Felipe Rodrigues, interpelaram judicialmente o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) por conta das declarações do Chefe do Executivo em live realizada no dia 20 de julho pelas redes sociais. Na transmissão, Zema falava da Reforma da Previdência e, irritado com as entidades sindicais que são contra a proposta e estão defendendo os direitos dos servidores, fez uma série de ataques aos Sindicatos.

O governador acusou as entidades de tentar barrar as Reformas – que, segundo ele, são necessárias ao desenvolvimento do Estado –, apenas para ganhar visibilidade, recomendando a população em geral a ficar atenta quanto ao posicionamento “desse tipo de público”. Zema também insinuou que os dirigentes sindicais possuem postura tendenciosa, uma vez que recebiam vantagens indevidas de políticos em gestões anteriores. Em suas palavras, “o pessoal que estava acostumado com ‘rachadinha’ e não sei mais o quê, agora fica dando do contra”. O termo vem circulando nas grandes mídias nas notícias sobre investigações envolvendo políticos e servidores, que repassariam parte da remuneração em troca de vantagens ilícitas.

“Já é um absurdo o governador enviar uma proposta que retira direitos dos servidores e em plena pandemia. E ainda mais inaceitável atacar, com inverdades e acusações infundadas, os dirigentes sindicais que estão exercendo seus papéis democráticos de defesa dos servidores. Zema mais uma vez se mostra intransigente e antidemocrático. Por isso terá que responder judicialmente por suas acusações”, afirma o coordenador-geral do SINJUS-MG, Alexandre Pires.

Diante da gravidade das acusações, a ação cobra do governador, explicações sobre quem seriam as entidades e os dirigentes supostamente beneficiados ilicitamente. “Como se trata da acusação de um delito, a fala do governador pode ser considerada calúnia, já que ele atacou os sindicalistas que são contra a Reforma da Previdência com acusações levianas, em uma tentativa de manchar a imagem dos servidores e dos Sindicatos diante de quem acompanhava a transmissão”, explica o diretor de Finanças, Felipe Rodrigues.

A interpelação recebeu o número 157/DF e já foi distribuída à relatora, ministra Nancy Andrighi, no Superior Tribunal de Justiça.

Até agora, o governador Romeu Zema já sofreu quatro processos no STJ pela fala que acusa injustamente os Sindicatos.

SINDICATO É PRA LUTAR!

Últimas notícias

ver mais
VOZ DO CIDADÃO ENQUETE DA ALMG MOSTRA QUE MINEIROS REJEITAM REFORMA terça-feira, 04/08/20 17:00 Nesta terça-feira, dia 4 de agosto, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) publicou ...
PREVIDÊNCIA REFORMA PODE VOLTAR À PAUTA NESTA SEMANA; MOBILIZE-SE! segunda-feira, 03/08/20 16:15 Com o fim do recesso legislativo, os deputados devem retomar, nesta semana, as discussões ...
FENAJUD AGOSTO MARCA O COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA MULHER segunda-feira, 03/08/20 14:38 A Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud) realiza, pela terceira vez ...

Convênios

ver mais
Top