MOBILIDADE SEDE

SINJUS PEDE REVISÃO DO ESTUDO SOBRE MOVE NA REGIÃO

quinta-feira, 15/04/21 12:08

Garantir a mobilidade no entorno da atual sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) é um compromisso pelo qual o SINJUS-MG vem lutando há pelo menos quatro anos. Em 2017, com o início transferência de servidores, terceirizados e estagiários para o novo espaço, o Sindicato, com o apoio do então presidente do TJMG, desembargador Herbert Carneiro, conseguiu que a BHTrans realizasse um estudo sobre a viabilidade de se implementar uma linha do MOVE para atender a região. A linha não foi criada, mas a expansão da nova sede com a construção de mais uma torre vai aumentar o fluxo de trabalhadores nas imediações. Assim, o SINJUS encaminhou ofício ao Tribunal pedindo que o Órgão solicite à BHTrans a revisão do estudo.

O Tribunal já disponibilizou um questionário na sua rede interna a ser respondido pelo público, até esta sexta-feira, 16/4, que frequenta a sede da Unidade Afonso Pena. A pesquisa vai avaliar pontos como os meios de transporte utilizados para chegar ao local, o tempo de deslocamento e a facilidade de acesso. Segundo o Órgão, as respostas vão ajudar na elaboração do Programa Gestão de Mobilidade, de ampliação do Edifício-Sede.

Para o diretor de Assuntos Jurídicos do SINJUS, Wagner Ferreira, o assunto merece atenção. “Em 2017, o então presidente Herbert Carneiro encaminhou nosso pedido à BHTrans para analisar a viabilidade de criar uma linha do MOVE para atender à nova sede e fez contato por telefone com o Órgão reforçando o pleito. Temos agora uma nova oportunidade de cooperação”.

Estudo

O ponto mais próximo do sistema MOVE é uma linha alimentadora que passa no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Avenida Bernardo Monteiro, ou seja, a quase dois quilômetros de distância do Tribunal. Mesmo com a chegada de cerca de milhares de novos trabalhadores na região da nova sede em 2017, a BHTrans considerou que a implantação de uma nova linha não era viável por questões técnicas, econômicas e financeiras.

De lá para cá, o público que frequenta o Tribunal aumentou bastante com a instalação de novos setores. Agora a sede será ampliada com a construção de nova torre para abrigar os demais setores administrativos e ampliar o judicial. Por conta do maior fluxo e da precariedade do transporte público na região, fica evidente a necessidade de a BHTrans rever o estudo. Assim o SINJUS solicitou nova cooperação da presidência do TJ na questão da mobilidade na região, o que sem dúvida beneficiaria os trabalhadores e usuários da justiça que dependem do transporte público.

SINDICATO É PRA LUTAR!

Notícias relacionadas

COMPROMISSO SINJUS QUER QUE O MOVE CHEGUE À NOVA SEDE DO TJMG quinta-feira, 11/05/17 18:42 O Sindicato dos Servidores da Justiça de 2ª Instância do Estado de Minas Gerais (SINJUS-MG) protocolou ofício junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e à BHTrans solicitando que linhas do sistema de transporte público Move passem ... leia mais

Convênios

ver mais
Nuna Design Floral Casa e Jardim . BH (31) 99628-9340 15% ver mais
Laboratório Silfar Laboratórios Lourdes . Belo Horizonte (31) 3292-6641 ou (31) 97573-2812 www.silfar.com.br 15% a 30% ver mais
RCC Transportes Transporte BH e Região Metropolitana (31) 99336-1242 20% (consulte condições) ver mais
Brutinhas Lava Bike Bicicleta Conjunto Água Branca . Contagem (31) 99691-1005 @brutinhaslavabike 10% ver mais
Top