MESA DE NEGOCIAÇÕES

TJ AUMENTA RECURSOS PARA A PV 2020 E DÁ ANDAMENTO A OUTRAS DEMANDAS

quinta-feira, 23/06/22 18:13 Diretores do SINJUS, Serjusmig e SIndojus (Alexandre Pires, Eduardo Couto e Eduardo Rocha) em reunião com representantes da presidência do TJMG.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) vai promover o acréscimo de mais R$ 5 milhões no valor destinado à Promoção Vertical (PV) 2020. Desse modo, o recurso total disponível será de R$ 25 milhões, o que muito provavelmente será o suficiente para que todos os candidatos habilitados no certame sejam contemplados. Essa foi uma demanda reiterada pelo SINJUS-MG, SERJUSMIG E SINDOJUS/MG na reunião da Mesa de Negociações com o TJMG e anunciada nessa quarta-feira, dia 22 de junho.

O atendimento a essa reivindicação da categoria havia sido confirmado na reunião da Mesa de Negociações, realizada na manhã dessa quarta-feira. Na ocasião, os sindicatos reforçaram para que a homologação da PV 2020 ocorra na gestão do atual presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes, e foram informados que está prevista para esta gestão.

Concurso público e edital de remoção

Outras duas demandas também estão previstas para serem contempladas ainda neste mês. Uma refere-se à publicação do edital do novo concurso para servidores. No encontro, os dirigentes sindicais reiteraram a necessidade de recomposição do quadro de pessoal do Tribunal para assim melhorar a prestação jurisdicional.

A segunda é quanto a um novo edital de remoção para os servidores que desejam mudar o seu local de lotação. Na reunião, o juiz auxiliar da Presidência, Cássio Azevedo Fontenelle, afirmou que já está trabalhando para viabilizar esse pleito ainda nesta gestão.

Data-Base 2022

Durante a reunião, os dirigentes sindicais reforçaram que seria muito importante que o desembargador Gilson Soares Lemes terminasse a sua gestão como presidente do TJMG, dando um encaminhamento mais assertivo em relação à Data-Base 2022, vencida em 1º de maio.

Há informações de que o assunto já está sendo analisado internamente, mas os representantes dos servidores defendem a necessidade de uma agilidade maior e um anúncio formal para que a categoria se sinta contemplada em relação ao direito legítimo à revisão geral anual. Os representantes do TJ ficaram de dar respostas mais concretas sobre o andamento nos próximos dias.

Férias suspensas

Os sindicatos também cobraram do TJMG o andamento de outros itens da pauta de negociações. Em relação ao pagamento de férias suspensas, a Administração do Tribunal informou que deve dar um posicionamento nos próximos dias.

Verbas e carga horária dos oficiais de Justiça

Duas reivindicações relativas aos oficiais de Justiça também foram reforçadas. A primeira é o requerimento de reajuste da verba indenizatória paga aos oficiais de Justiça, visto o aumento significativo das despesas operacionais para o cumprimento das ordens judiciais. A segunda é quanto à adequação da carga horária, com a fixação da jornada semanal regulamentar em oito horas diárias e 40 horas semanais, com os devidos reflexos remuneratórios.

Mesa de negociações

O encontro desta quarta-feira foi o último ordinário da Mesa de Negociações com a atual gestão do TJMG. Por isso, o coordenador-geral do SINJUS, Alexandre Pires, o presidente do SERJUSMIG, Eduardo Conto, e o diretor-geral do SINDOJUS/MG, Eduardo Rocha, fizeram questão de registrar o sucesso alcançado por esse espaço de diálogo e requereram que ele tenha continuidade na próxima administração. Os dirigentes ressaltaram que a iniciativa já se solidificou na categoria e que as reuniões mensais fornecem uma perspectiva para os servidores.

O juiz auxiliar Cássio Fontenelle externou o mesmo sentimento e confirmou que a Mesa de Negociações foi muito positiva tanto para os servidores como também para a Administração do TJMG. Desse modo, o magistrado disse que irá recomendar a continuidade das reuniões mensais pessoalmente ao presidente eleito do Tribunal, desembargador José Arthur Filho.

Também participaram da reunião o 3º vice-presidente do SERJUSMIG, Felipe Galego, e, durante parte do encontro, o secretário especial da Presidência do TJMG, Guilherme Augusto Mendes do Valle, e o assessor especial da Presidência do Tribunal, Renato Cardoso Soares.

O SINJUS, o SERJUSMIG e o SINDOJUS seguem com as tratativas para conseguir avançar nessas e em outras demandas e qualquer novo desdobramento será informado à categoria.

 

Notícias relacionadas

Montagem digital com imagem 3D do logo do aplicativo WhatsApp sobre um fundo verde. Ao lado, há quatro ilustrações em traço branco, brilhando como luz neon. Na primeira ilustração há uma pessoa trabalhando dentro de uma casa, no segundo há uma pessoa conectada remotamente a uma rede corporativa, na terceira há uma reunião online com duas pessoas dialogando e na última há uma pessoa conectada a uma nuvem. Conteúdo textual: NOVO SERVIÇO - SINJUS cria grupo de WhatsApp para orientações sobre o teletrabalho.
NOVO SERVIÇO SINJUS CRIA GRUPO DE WHATSAPP PARA ORIENTAÇÕES SOBRE O TELETRABALHO quarta-feira, 22/06/22 14:20 Com a regulamentação e a expansão do regime de teletrabalho no Judiciário mineiro, servidoras e servidores têm tido muitas dúvidas sobre procedimentos, exigências, direitos e deveres. Diante desse cenário e da solicitação de alguns colegas, o SINJUS-MG está criando ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Grupo de manifestantes da 'Frente de Sindicatos do Funcionalismo contra o RRF' estão em frente à Cidade Administrativa, sede do Governo de MG. Eles estão com faixas de protesto contra o Regime de Recuperação Fiscal. Neste grupo estão dirigentes sindicais do SINJUS- MG, Alexandre Pires (coordenador-geral) e Felipe Rodrigues (diretor de finanças). #NAOAORRF ATO CONTRA RRF REÚNE CENTENAS DE SERVIDORES NA CIDADE ADMINISTRATIVA sexta-feira, 05/08/22 18:03 Entidades que representam servidores públicos de várias categorias se reuniram nesta sexta-feira, 5 de ...
Ilustração digital de uma mulher sentada com um laptop sobre um calendário gigante, ela observa o horizonte por meio de uma luneta, como se estivesse planejando algo para uma data no futuro. Ao lado desta imagem, há uma nota de dinheiro e uma pilha de moedas, sugerindo uma reserva financeira para o plano que a mulher pretende realizar. INFORMAÇÃO TJ PAGA INDENIZAÇÃO DE FÉRIAS NO DIA 12/8; ENTENDA sexta-feira, 05/08/22 16:45 FOTO: NAKI-SAMA/FREEPIK O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador José ...
Diante de um cenário infernal há uma parede em ruínas com a bandeira de Minas Gerais, ela está sendo destruída por uma bola de demolição onde se lê RRF (Regime de Recuperação Fiscal). Do lado esquerdo, há um sinal de proibição, dentro dele há um símbolo de uma lupa sobre um papel com um cifrão, que representa a fiscalização de finanças. #DIGANAOAORRF RRF IMPEDE QUE MINAS CONTESTE VALORES OU FAÇA AUDITORIA DE DÍVIDAS quinta-feira, 04/08/22 17:42 Um dos grandes interesses do governo federal por trás do Regime de Recuperação Fiscal ...
Top Fale conosco