SEM RECONHECIMENTO

TJMG CELEBRA DESEMPENHO EM RANKING DO CNJ, MAS DIREITOS DOS SERVIDORES SEGUEM PENDENTES

terça-feira, 26/09/23 19:06 Ilustração vetorial de pessoas trabalhando, na imagem olha-se um gráfico,livros, setas fazendo movimento para o alto, engrenagens, escada, todos eles indicam crescimento.

Nessa segunda-feira, dia 25 de setembro, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) celebrou o desempenho alcançado no relatório Justiça em Números 2023, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em matéria divulgada em seu site, o TJMG destacou que tem o menor tempo médio de tramitação dos processos pendentes entre os cinco tribunais de grande porte do Brasil. Contudo, é importante reforçar que essa conquista é consequência da dedicação diária das suas servidoras e dos seus servidores, que, mesmo com direitos pendentes, seguem atendendo a população com eficiência.

Em relação à tramitação de processos pendentes, o TJMG atingiu um tempo médio de 3 anos e 3 meses, desempenho melhor que a média nacional de 4 anos e 6 meses. No que diz respeito aos processos baixados, a Justiça mineira também se destacou. Os processos eletrônicos tiveram tempo de tramitação médio de 1 ano e 8 meses. Já os dos processos físicos baixados no TJMG foi de 4 anos e 7 meses, o melhor desempenho entre os cinco maiores tribunais do país.

Na matéria, o presidente do TJMG, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, afirma que os resultados obtidos pela Justiça mineira estão diretamente ligados ao “desenvolvimento constante de boas práticas”, viabilizando, assim, “um Judiciário cada vez mais ágil e forte, que vai ao encontro das necessidades da população”.

Contudo, o SINJUS-MG defende a necessidade de destacar que a excelência no serviço público compreende também a valorização dos servidores, pois são eles os responsáveis pelo atendimento direto ao cidadão.

Nesse sentido, a celebração dos índices alcançados no relatório Justiça em Números 2023 por parte do Tribunal deve ser acompanhada pelo cumprimento de direitos, como o envio do PL da Data-Base 2023 à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a quitação de passivos trabalhistas e a celeridade em relação aos trâmites das Promoções Verticais (PV).

“É essencial que essa dedicação dos servidores na prestação jurisdicional seja devidamente reconhecida pela Administração do Tribunal com o devido investimento na valorização da categoria”, afirma o coordenador-geral do SINJUS, Alexandre Pires.

A construção de um Judiciário forte e eficiente, dedicado à Justiça e à cidadania, depende da valorização dos servidores. Por isso, acompanhe nossas mídias e fique por dentro das articulações do SINJUS junto ao TJMG e a outras entidades em defesa dos seus direitos!

SINDICATO É PRA LUTAR!

Últimas notícias

ver mais
No primeiro plano há um gráfico com duas setas, uma ascendente na cor verde marcada como Produtividade e outra descendente na cor vermelho onde está escrito valorização. No segundo plano há a imagem do edifício sede do tribunal de Justiça de Minas Gerais. DESVALORIZAÇÃO TJMG SUPERA METAS DE PRODUTIVIDADE, MAS NEGLIGENCIA DIREITOS DOS SERVIDORES quinta-feira, 22/02/24 17:56 Na última terça-feira, dia 20 de fevereiro, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais ...
Registro de uma sessão no plenário do Supremo Tribunal Federal, com os ministros vestidos com togas pretas sentados em uma mesa, o ambiente aparenta muita formalidade. Sobre essa imagem há um selo preto grande que simula um adesivo, nele há a mensagem "Não ao RRF!". NÃO AO RRF! STF CONFIRMA AMPLIAÇÃO DO PRAZO DE SUSPENSÃO DA DÍVIDA DE MG, E SINDICATOS COBRAM ACORDO quarta-feira, 21/02/24 17:49 Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) referendou nessa terça-feira, dia ...
montagem mostra uma mulher negra de costas, vestida com uma blusa branca, ela tem um laptop à sua frente e está com as mãos sobre o teclado, as unhas dela estão pintadas com esmalte vermelho. Na tela do computador, há uma tela onde há quatro pessoas, participantes de uma live do Sindicato SINTAJ-PB, em um dos quadros está o coordenador-geral do SINJUS-MG, Alexandre Pires, um homem branco, de cabelos bem curtos e barba bem curta. Conteúdo textual: Isonomia - Alexandre Pires defende Auxílio-Saúde digno para servidores do Judiciário em live do SINTAJ-PB. ISONOMIA ALEXANDRE PIRES DEFENDE AUXÍLIO-SAÚDE DIGNO PARA SERVIDORES DO JUDICIÁRIO EM LIVE DO SINTAJ-PB quarta-feira, 21/02/24 15:06 FOTO: DC Studio / Freepik Nessa segunda-feira, dia 19 de fevereiro, o coordenador-geral do ...

Convênios

ver mais
Espaço GS Pilates Fisioterapia Coração de Jesus . Belo Horizonte (31) 98284-0699 15% ver mais
Fábio Augusto Provinciali Terapias integrativas Funcionários . BH (31) 99261-4235 10% ver mais
DROGA RAIA Convênios . Belo Horizonte, RMBH, Rio de Janeiro, São Paulo, sul do Brasil. www.drogaraia.com.br 17% a 44% ver mais
DROGASIL Convênios . Minas Gerais, São Paulo, Nordeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil www.drogasil.com.br 17% a 44% ver mais
Top Fale conosco