MULHERES NO JUDICIÁRIO

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA SEMINÁRIO DO CNJ SOBRE EQUIDADE DE GÊNERO

segunda-feira, 07/11/22 17:16 Foto de mãos femininas com unhas pintadas de vermelho segurando um celular na horizontal que mostra o banner com fundo laranja e conteúdo textual " Mulheres na Justiça, novos rumos da Resolução CNJ n. 255", tendo ao lado a imagem de ama balança também em tons de laranja.

Foto: G.Dettmar/Ag.CNJ

Estão abertas as inscrições para o Seminário Mulheres na Justiça: Novos Rumos para a Resolução CNJ n. 255, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para debater a ausência de equidade de gênero nos tribunais, sob a perspectiva da participação feminina, e viabilizar medidas para a alteração desse quadro. O evento, que acontece nos dias 17 e 18 de novembro, também marca o engajamento do CNJ na campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, movimento mundial que, no Brasil, começa no dia 20 de novembro. Clique aqui e inscreva-se. O evento também será on-line e emitirá certificado.

A presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, fará a abertura do seminário, com o lançamento da campanha que reunirá ações pela construção da equidade como condição para a superação da violência contra mulheres e meninas. Na abertura, a ministra estará acompanhada de outras mulheres que ocupam posição de liderança nos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, além de representações de organizações não governamentais que atuam na temática, como a Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), o Movimento Global Virada Feminina e o Grupo Mulheres do Brasil.

O evento é coordenado pela supervisora do Grupo de Trabalho sobre o cumprimento da Política Nacional de Incentivo a Participação Institucional Feminina no Poder Judiciário, conselheira Salise Sanchotene. “A ação do Seminário e a iniciativa da Campanha do Conselho Nacional de Justiça marcam, positivamente, uma pauta de interesse público, comunitário, global. Almeja-se incentivar diretrizes concretas e outros diálogos à conscientização de Direitos Humanos”.

Também participam do evento o supervisor da Política Judiciária Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres no Poder Judiciário, conselheiro do CNJ Márcio Freitas, a ouvidora da Mulher no Judiciário e associações de magistratura.

Pelo Fim da Violência contra Mulheres

O seminário abordará uma das nuanças da violência sofrida por mulheres: a exclusão do feminino dos espaços de poder e decisão. Nos painéis, os debates abordarão caminhos possíveis para a ampliação da participação feminina do Poder Judiciário, a relação entre gênero, democracia e Parlamento, a legitimidade e a pluralidade nos tribunais brasileiros e boas práticas no combate à violência contra mulheres no Sistema de Justiça.

“Entende-se, conforme pesquisas delimitadas pelas Relatorias Internacionais de Direitos Humanos que a ausência ou exclusão do feminino nas cúpulas dos Poderes e dos órgãos centrais da atividade pública potencializam preconceitos e a discriminação, com o fomento, consequentemente, da violência contra mulheres e meninas em todo o mundo, pela invisibilidade e desqualificação existencial do feminino”, aponta a juíza auxiliar da Presidência do CNJ Amini Haddad, que também está à frente do evento. Ela acrescenta que a pauta da equidade é central para novas orientações e percepções da igual dignidade entre homens e mulheres.

Após o seminário, o CNJ desenvolverá a campanha de 21 dias com diversos eventos, compartilhados e em parcerias, para ressaltar a necessidade da construção de uma sociedade formatada por relações mais igualitárias. Inspirada na campanha mundial “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher”, a iniciativa no Brasil acontece a partir de 20 de novembro, quando se celebra o Dia da Consciência Negra, considerando a dupla vulnerabilidade das mulheres negras, segundo as estatísticas de feminicídio. A campanha será concluída no Dia Internacional dos Direitos Humanos (10/12), para ressaltar a necessidade do combate à violência contra mulheres e meninas como medida elementar ao alcance da universalidade dos direitos humanos.

As inscrições para o evento estão disponíveis clicando aqui, até o dia 9 de novembro. Na modalidade presencial, há limite de vagas, preferencialmente destinadas a magistradas. O evento também terá transmissão ao vivo pelo canal do CNJ no YouTube, em que magistrados, servidores, estagiários, colaboradores terceirizados, pesquisadores e estudantes poderão acompanhar os debates. Os inscritos receberão certificado ao final do evento. Saiba mais na página do evento.

Serviço

Mulheres na Justiça: novos rumos da Resolução CNJ n. 255
Data: 17 e 18 de novembro de 2022
Horário: 9h às 18h (17/11) e 9h às 12h (18/11)
Local: Plenário do CNJ e Canal do CNJ no YouTube

Fonte: Agência CNJ de Notícias

Notícias relacionadas

Mulheres de várias etnias de mão dadas para o alto, demonstrando união.
OUTUBRO ROSA SAÚDE DAS MULHERES E O DIREITO AO AUTOCUIDADO COMO POLÍTICA PÚBLICA quinta-feira, 06/10/22 18:05 Por Ana Carolina Lobo e Carolina Costa Outubro Rosa é um movimento que acontece todo ano para conversar com as mulheres a respeito do câncer de mama e da importância do diagnóstico precoce da doença. Recomenda-se então às mulheres ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Ilustração vetorial com elementos juninos: balões, flores, fogos de artifício e bandeirolas coloridas. Em destaque está o letreiro Miniarraiá do SINJUS. 34 ANOS SINJUS COMEMORA ANIVERSÁRIO COM SORTEIO E CONFRATERNIZAÇÃO PARA FILIADOS terça-feira, 30/05/23 19:19 No próximo dia 5 de junho, o SINJUS-MG completa 34 anos de lutas e ...
Mesa diretiva do Lançamento da Agenda por um Estatuto da Igualdade Racial de Minas Gerais, na ALMG. Na mesa estão deputadas e representantes do movimento negro de Minas Gerais. RACISMO NÃO! SINJUS PARTICIPA DO LANÇAMENTO DA AGENDA DE CONSTRUÇÃO DO ESTATUTO DA IGUALDADE RACIAL EM MG terça-feira, 30/05/23 18:46 FOTO: Clarissa Barçante / ALMG Foi lançada nessa terça-feira, dia 30 de maio, na ...
Imagem Acessível: montagem digital de fotos polaroid com imagens de ciclistas no último passeio urbano do grupo de ciclismo do SINJUS-MG. Ao fundo, há círculos coloridos em tons pastéis junto a imagens vetoriais de bicicleta. Por cima das imagens há o selo "Pedalando com o SINJUS". Lazer e saúde Próximo pedal do SINJUS é nesta 3ª, dia 30. Participe! segunda-feira, 29/05/23 14:29 Nesta terça-feira, dia 30 de maio, acontece mais um Pedalando com o SINJUS, às ...
Top Fale conosco