DIÁLOGO

SINDICATOS APRESENTAM PAUTA PRIORITÁRIA EM REUNIÃO COM TJMG

quinta-feira, 24/02/22 18:10 Sentados à mesa, de um lado, representantes do SINJUS, Serjusmig e Sindojus/MG, e, de outro lado, representantes do TJMG (sete homens brancos, de cabelos curtos, trajados socialmente usando máscaras respiratórias).

FOTO: SINJUS-MG

Nesta quinta-feira, dia 24 de fevereiro, o SINJUS-MG, o Serjusmig e o Sindojus/MG estiveram com a Administração do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) na primeira reunião da Mesa de Negociações em 2022. No encontro, foram discutidos temas importantes envolvendo os direitos das servidoras e dos servidores do Judiciário mineiro, entre elas Data-Base, auxílios, benefícios e carreira.

O principal item da pauta não poderia deixar de ser a Data-Base. Na reunião, os dirigentes sindicais voltaram a solicitar a interlocução da Presidência do TJMG junto a outros Poderes de modo a dar celeridade à tramitação do PL 3.382/2021, que trata das Datas-Bases 2020 e 2021, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A matéria está parada desde o final do ano passado devido ao impasse entre o Legislativo e o Executivo em relação à proposta de adesão do estado no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do governo federal.

O pedido de urgência de Romeu Zema (Novo) ao PL do RRF está trancando a pauta do Plenário da ALMG e também tendo reflexo nos trabalhos de algumas comissões (clique aqui saiba mais). Os representantes do Tribunal informaram que já informaram à ALMG que o PL das Datas-Bases é importante, mas que a tramitação do texto depende de rito próprio do Legislativo.

Na reunião desta quinta-feira, também começaram as negociações acerca da Data-Base 2022, que vai vencer em 1º de maio deste ano. Nesse sentido, os Sindicatos solicitaram o início dos estudos, com base nos índices inflacionários já apurados e em projeções elaboradas por especialistas e instituições do mercado. Isso vai garantir que o projeto de lei da Revisão Geral Anual 2022 seja enviado para aprovação no Órgão Especial e na Assembleia Legislativa ainda na atual Gestão.

Quinquênios e férias-prêmio

Novamente, as repercussões sobre os impactos da Lei Complementar 173 foram tema da Mesa de Negociações. Os dirigentes sindicais voltaram a cobrar empenho da Presidência do Tribunal nesse imbróglio jurídico que desconsidera o período de efetivo exercício dos servidores durante a pandemia na contagem de tempo para a aquisição de direitos como quinquênio e férias-prêmios.

Os representantes do Tribunal informaram que o Órgão vem acompanhando de perto a questão e que a saída mais viável é a aprovação do PLP 4/2022, que está tramitando no Senado Federal (clique aqui e saiba mais). Foi nesse sentido que, recentemente, o presidente do TJMG, desembargador Gilson Lemes, se reuniu com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). A Administração do Tribunal reforçou que segue trabalhando junto a outros Poderes para uma solução.

Auxílio-Saúde

A atualização do Auxílio-Saúde deve ser uma das prioridades das entidades em 2022, visto que os valores estão muito abaixo dos praticados pelas operadoras de planos de saúde. Como medida mais imediata e que depende exclusivamente do TJMG, o SINJUS, o Serjusmig e o Sindojus/MG requereram, por meio do Ofício Conjunto n. 4/2022, a atualização da tabela do benefício em 9,36%, conforme a variação da inflação desde a última revisão.

Outra reivindicação nesse tema diz respeito à formulação de um projeto de lei a ser enviado à ALMG para alteração no artigo 4º da Lei Estadual n. 23.173/2018. Isso porque a atual legislação proíbe que o Tribunal atualize o Auxílio-Saúde dos servidores do Judiciário mineiro com percentuais acima da inflação por meio de regulamentação interna. O pleito dos sindicatos, expressado no Ofício Conjunto n. 3/2022 é para que o texto da lei permita ao Tribunal revisar os valores sem percentual limite a partir de normativos internos, desde que haja recursos orçamentários disponíveis, resgatando a autonomia do Poder Judiciário.

Vale-lanche

Também foi solicitado ao TJMG na Mesa de Negociações a atualização do vale-lanche, visto que os recentes aumentos significativos, sobretudo no segmento de alimentos e restaurantes, reduziram o poder de compra do benefício. Essa demanda também será objeto de ofício nos próximos dias para formalizar a demanda da categoria.

Promoção Vertical

Os sindicatos ainda solicitaram ao Tribunal a definição de uma verba específica que garanta as próximas Promoções Verticais. Foi requerido também a criação de uma Mesa de Negociação que trate previamente do apontamento das vagas para as PVs. O objetivo é possibilitar que os sindicatos possam contribuir com o aperfeiçoamento do processo.

Concurso 2017

Assunto muito demandado pelos aprovados no concurso do edital de 2017 do TJMG, a prorrogação do certame voltou a ser defendida pelos representantes dos sindicatos, bem como a nomeação de novos servidores. Durante a reunião, foi informado que a possibilidade de prorrogação está pendente de decisão pela 2ª Vice-presidência e também pela Presidência.

Pleitos do SINJUS

Além das reivindicações conjuntas, o SINJUS apresentou outros dois pleitos de interesse das suas filiadas e de seus filiados. No Ofício 24/2022 é solicitado informações sobre a atual fase de tramitação e cópia integral do processo SEI que busca regulamentar no TJMG a Resolução n. 343/2020, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata de condições especiais de trabalho para servidores com deficiência, com necessidades especiais, com doença grave ou que sejam pais ou responsáveis de dependente nessas condições. Essa é uma demanda que atende aos objetivos do Núcleo da Pessoa com Deficiência (NPD) do SINJUS.

Já no Ofício n. 25/2022, o SINJUS reitera a solicitação de que sejam concedidos adicionais de periculosidade aos servidores ocupantes dos cargos de Analista Judiciário nas especialidades Assistente Social e Psicólogo que estejam lotados na Secretaria do Tribunal. O Sindicato argumenta que eles fazem jus ao direito independentemente de estarem ligados a apoio direto ou indireto à atividade judicante.

Live do SINJUS

Os detalhes dessa reunião com o TJMG você tem na Live #42 do SINJUS, desta quinta-feira, 24 de fevereiro. A transmissão também aborda o recente anúncio do governador Romeu Zema acerca do aumento salarial para servidores do Executivo e da suspensão do regime de urgência colocado ao projeto de adesão de Minas Gerais ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) da União. Também estão em pauta as ações pela aprovação célere do PLP 4/2022, que tramita no Senado. Clique aqui, inscreva-se agora no nosso canal e ative o sininho para ser notificado quando começar.

SINDICATO É PRA LUTAR!

Notícias relacionadas

Imagem com fundo vermelho e sombra de uma mesa de reunião com várias pessoas assentadas. À esquerda e no topo, vem o conteúdo textual: Live do SINJUS 42 – 24 de fevereiro, quinta-feira, às 19h. Negociações com TJ, LC 173, RRF e outras lutas. Acessível em Libras. À direita, em destaque, fotos dos participantes: Alexandre Pires, coordenador-geral SINJUS-MG (homem branco, com barba e cabelos bem curtos, usa camiseta preta); Wagner Ferreira, diretor de Assuntos Jurídicos SINJUS-MG (homem negro, com cabelo bem curto, usa camisa preta); Felipe Rodrigues, diretor de Finanças SINJUS-MG (homem branco, com cabelo e barba curtos, usa óculos e camisa branca).
NÃO PERCA! LIVE SINJUS VAI ABORDAR REUNIÃO COM TJ E MUITO MAIS! quarta-feira, 23/02/22 18:27 Esta semana tem mais uma edição da Live SINJUS, que trouxe um novo formato em 2022 e já está fazendo sucesso entre as servidoras e os servidores do Judiciário mineiro. Nossa próxima transmissão será na quinta-feira, 24 de fevereiro, ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Grupo de manifestantes da 'Frente de Sindicatos do Funcionalismo contra o RRF' estão em frente à Cidade Administrativa, sede do Governo de MG. Eles estão com faixas de protesto contra o Regime de Recuperação Fiscal. Neste grupo estão dirigentes sindicais do SINJUS- MG, Alexandre Pires (coordenador-geral) e Felipe Rodrigues (diretor de finanças). #NAOAORRF ATO CONTRA RRF REÚNE CENTENAS DE SERVIDORES NA CIDADE ADMINISTRATIVA sexta-feira, 05/08/22 18:03 Entidades que representam servidores públicos de várias categorias se reuniram nesta sexta-feira, 5 de ...
Ilustração digital de uma mulher sentada com um laptop sobre um calendário gigante, ela observa o horizonte por meio de uma luneta, como se estivesse planejando algo para uma data no futuro. Ao lado desta imagem, há uma nota de dinheiro e uma pilha de moedas, sugerindo uma reserva financeira para o plano que a mulher pretende realizar. INFORMAÇÃO TJ PAGA INDENIZAÇÃO DE FÉRIAS NO DIA 12/8; ENTENDA sexta-feira, 05/08/22 16:45 FOTO: NAKI-SAMA/FREEPIK O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador José ...
Diante de um cenário infernal há uma parede em ruínas com a bandeira de Minas Gerais, ela está sendo destruída por uma bola de demolição onde se lê RRF (Regime de Recuperação Fiscal). Do lado esquerdo, há um sinal de proibição, dentro dele há um símbolo de uma lupa sobre um papel com um cifrão, que representa a fiscalização de finanças. #DIGANAOAORRF RRF IMPEDE QUE MINAS CONTESTE VALORES OU FAÇA AUDITORIA DE DÍVIDAS quinta-feira, 04/08/22 17:42 Um dos grandes interesses do governo federal por trás do Regime de Recuperação Fiscal ...
Top Fale conosco