AMBIENTE DE TRABALHO

SINJUS volta a cobrar condições adequadas na unidade do TJ da Av. Afonso Pena, 1.500

segunda-feira, 30/01/23 19:41 Ambiente de trabalho tumultuado com persianas enroladas em seus próprios trilhos, elas estão sobre os armários, sem instalação adequada e formam um grande volume. Nos armários há nichos contendo arquivos com documentos.

Para o bom desenvolvimento das atividades de rotina do trabalho, é necessário que se tenha condições mínimas para a prestação dos serviços. E não foi isso o apurado pelo SINJUS-MG após receber denúncias de servidores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) lotados na unidade da Avenida Afonso Pena, 1.500. O Sindicato, na luta pelo melhor de seus filiados e das suas filiadas, enviou ofícios 04/2023 e 05/2023, direcionados ao presidente do TJMG, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, e para a Gerência de Saúde no Trabalho, respectivamente, em busca de solução para os problemas apresentados por servidores.

Inicialmente, o Sindicato relembrou já ter enviado outros documentos neste mesmo sentido à Presidência do TJMG, como o Ofício nº 69/2021. No entanto, aparentemente as situações permanecem as mesmas.

Nos ofícios 04/2023 e 05/2023, o Sindicato aborda os problemas relatados por servidores. “Em razão das obras no prédio, foram colocados tapumes nas janelas dos cartórios localizados nos 7º e 8º andares, impedindo a entrada adequada de luz e ventilação”.

Além disso, segundo as reclamações dos servidores, o ar-condicionado que deveria atender os setores está desregulado fazendo os servidores optarem por ventiladores e janelas.

Todavia, mais que os problemas de ventilação, as obras ocasionam muita poeira e barulhos das máquinas e trabalhadores das empresas contratadas, atrapalhando também o bom andamento das atividades.

“Ninguém consegue produzir, de maneira eficiente, em ambiente de trabalho com excesso de barulho e poeira. Inclusive, o Sindicato tomou conhecimento que o prejuízo é tão notável que servidores, no local, desencadearam crise alérgica em razão da presença, desmedida, de resquícios de obra”, ressaltou o coordenador geral do SINJUS, Alexandre Pires.

O documento ressalta ainda que toda a situação provoca problemas na organização do local, com fios fora do lugar e persianas espalhadas pelos setores. No documento, o SINJUS comprova as situações relatadas pelos filiados e pelas filiadas com fotografias.

Solução apresentada pelo SINJUS: obras à noite e teletrabalho

Em busca de solucionar os problemas apontados, o SINJUS, ciente de que as obras são necessárias, indicou a mudança nos horários de realização das obras e a liberação para teletrabalho enquanto perdurar a situação.

“Considerando a função pública, e que é essencial, feita pelos servidores a população, as consequências da situação de reparo não podem atrapalhar a prestação do serviço. Os servidores não podem ser excessivamente prejudicados quando há condições de evitar o desgaste citado. O Sindicato enviou proposta para as obras acontecerem no turno da noite. A mudança de horário vai diminuir os problemas, mas não acabar. Assim, solicitamos a liberação para que seja deferido o teletrabalho, enquanto perdurar a situação temporária”, salientou a diretora de Assuntos Sociais, Culturais e de Saúde e coordenadora do NPD, Adriana Teodoro.

SINJUS alerta para condições inadequadas nos banheiros masculinos

Além dos problemas citados acima, o Sindicato também recebeu denúncias de servidores em relação a problemas nos banheiros masculinos da Diretoria Executiva de Informática (Dirfor). Também no ofício 04/2023, o SINJUS alerta – e comprova com fotos – vasos sem tampa e apenas uma cabine com ducha higiênica.

É dever do Tribunal garantir ambientes adequados para todos, principalmente, aqueles de uso comum e diário, trata-se de medida de promoção à saúde“, concluiu o SINJUS no ofício.

Denúncias

O SINJUS segue atento e lutando pela saúde e por condições adequadas de trabalho para os servidores. Se você tem conhecimento de alguma situação irregular no seu setor, denuncie! Basta enviar mensagem para o e-mail [email protected]. Sua identidade será preservada.

SINDICATO É PRA LUTAR!

 

Últimas notícias

ver mais
Imagem Acessível: Há duas pessoas, um homem negro e uma mulher branca em trajes sociais em frente ao computador. O ambiente está escuro, iluminado somente pelo monitor, há vários computadores em bancadas com cadeiras vazias em frente. Conteúdo textual: Plantão de habeas corpus - TJMG realiza pagamentos apenas para plantões realizados até 2023 e sindicatos criticam falta de transparência. PLANTÃO DE HABEAS CORPUS TJMG REALIZA PAGAMENTOS APENAS PARA PLANTÕES REALIZADOS ATÉ 2023 E SINDICATOS CRITICAM FALTA DE TRANSPARÊNCIA sexta-feira, 12/04/24 18:50 O SINDOJUS/MG, o SERJUSMIG e o SINJUS-MG informam que a administração do Tribunal de ...
Imagem Acessível: Vista aérea do espaço de convivência na sede do TJMG, um lugar amplo, com muitos canteiros verdes em formatos orgânicos, gazebos e bem iluminado. Conteúdo textual: PRIORIDADES? - TJ REFORMULA ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA, MAS CONDIÇÕES PREDIAIS CONTINUAM INADEQUADAS. PRIORIDADES? TJ REFORMULA ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA, MAS CONDIÇÕES PREDIAIS CONTINUAM INADEQUADAS sexta-feira, 12/04/24 17:39 O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) inaugurou, nesta quinta-feira, 11 de abril, ...
TRANSPARÊNCIA AGO APROVA CONTAS DE 2023 E ORÇAMENTO 2024 DO SINJUS sexta-feira, 12/04/24 17:32 As filiadas e os filiados ao SINJUS-MG aprovaram, por unanimidade, nesta sexta-feira, dia 12 ...

Convênios

ver mais
Espaço GS Pilates Fisioterapia Coração de Jesus . Belo Horizonte (31) 98284-0699 15% ver mais
DROGA RAIA Convênios . Belo Horizonte, RMBH, Rio de Janeiro, São Paulo, sul do Brasil. www.drogaraia.com.br 17% a 44% ver mais
DROGASIL Convênios . Minas Gerais, São Paulo, Nordeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil www.drogasil.com.br 17% a 44% ver mais
Top Fale conosco