VOZ DO CIDADÃO

ENQUETE DA ALMG MOSTRA QUE MINEIROS REJEITAM REFORMA

terça-feira, 04/08/20 17:00

Nesta terça-feira, dia 4 de agosto, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) publicou matéria confirmando que a maioria esmagadora dos cidadãos que responderam às enquetes em seu site é contra a Reforma da Previdência em Minas. A rejeição das propostas enviadas pelo governador Romeu Zema (NOVO) passa de 98%. Entretanto, boa parte dos deputados estaduais ainda segue ignorando a voz do cidadão e pretende retomar a tramitação da reforma ainda neste mês.

Segundo dados da ALMG, o número de participações nas enquetes do sistema “Dê sua opinião sobre projetos em tramitação” cresceu de forma significativa neste período de pandemia, principalmente devido às matérias referentes à Reforma da Previdência. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/2020 foi a segunda mais votada desde 2014, quando o sistema foi implementado. Foram 11.058 votos, sendo 10.921 contra e 137 a favor. Portanto, as mudanças no sistema de aposentadoria estadual são rejeitadas por mais de 98,7% dos votantes.

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 46/2020, que também compõe a Reforma da Previdência de Minas, recebeu outros 5.914 votos, sendo 5.862 contrários e apenas 52 favoráveis, ou seja, mais de 99,1% dos votantes não querem que o projeto seja aprovado pelos parlamentares. Vale lembrar que, para registrar o posicionamento, é preciso fazer um cadastro, e o usuário só pode votar uma vez em cada projeto em tramitação.

“A enquete só confirma o que todos sabemos, que o projeto do governo de Minas enviado à ALMG é ruim. Ele não é fruto de uma construção coletiva, não houve negociação. Agora, que as cidadãs e os cidadãos mineiros estão proibidos de participar presencialmente das discussões na Assembleia Legislativa, a enquete foi um meio de mostrar a rejeição à Reforma da Previdência. Contudo, os deputados precisam escutar a voz da população. Os números são expressivos, quase unanimidade. Essa reforma precisa ser retirada de pauta”, afirma o coordenador-geral do SINJUS-MG, Alexandre Pires.

Além dos votos, a ferramenta também possibilita o envio de comentários. Segundo a Assembleia Legislativa, foram registradas 1.944 manifestações sobre a PEC e 809 sobre o PLC, a grande maioria criticando a proposta do governo Zema. “Além da plataforma institucional da ALMG, os servidores também se posicionaram fortemente em e-mails direcionados para os parlamentares, nas mídias sociais e também em protestos na porta da Assembleia. Precisamos continuar mobilizados e na luta”, complementa Alexandre Pires.

MOBILIZAÇÃO PRECISA CONTINUAR

Se você ainda não votou na enquete, não deixe de se posicionar contra a PEC 55/2020 (clique aqui) e contra o PLC 46/2020 (clique aqui) no site da ALMG. A servidora e o servidor mineiros também devem seguir pressionando os deputados estaduais que estão indecisos em relação à proposta do governo Zema (clique aqui e saiba como fortalecer essa batalha). Faça sua parte e mobilize seus colegas!

SINDICATO É PARA LUTAR!

Notícias relacionadas

PREVIDÊNCIA REFORMA PODE VOLTAR À PAUTA NESTA SEMANA; MOBILIZE-SE! segunda-feira, 03/08/20 16:15 Com o fim do recesso legislativo, os deputados devem retomar, nesta semana, as discussões em relação à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/2020 e ao Projeto de Lei Complementar 46/2020 na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Por ... leia mais
PRAZO PRORROGADO VOTAÇÃO DE REFORMA PODE ESPERAR RECUO DA PANDEMIA quinta-feira, 30/07/20 17:28 Não há mais nada que impeça o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus (PV), e as lideranças da Casa de adotarem uma postura responsável e suspender a tramitação da Reforma da Previdência pelo menos até ... leia mais

Convênios

ver mais
Top