QUINQUÊNIO E FÉRIAS-PRÊMIO

ENTIDADES BUSCAM APOIO DO PRESIDENTE DO SENADO PARA PROJETO QUE RETOMA CONTAGEM DE TEMPO DE BENEFÍCIOS

quarta-feira, 21/09/22 16:15 Reunião de representantes sindicais com o senador Alexandre Silveira (PSD/MG), com a presença do Presidente em exercício do Brasil, o Presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (PSD). Eles estão em uma sala de reuniões do Palácio do Planalto.
FOTO: Equipe Alexandre Silveira

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 4/2022 – que visa retomar a contagem de tempo para aquisição de direitos relacionados ao tempo de serviço, terá designação de relator, para que possa avançar no Senado, nas próximas 48 horas. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (20), durante reunião no Palácio do Planalto. O encontro foi articulado pelo senador Alexandre Silveira (PSD/MG), com a presença do Presidente em exercício do Brasil, o Presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD).

A reunião contou com a presença da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud), por meio do coordenador-geral Alexandre Santos, de sindicatos e entidades de representantes de servidores públicos de diferentes segmentos.

O PLP 4/2022 muda a Lei Complementar 173/20, que direcionou recursos federais a Estados e Municípios para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. Em troca, no entanto, o Ministério da Economia exigiu restrições no crescimento de despesas com pessoal nesse período. Com isso, não somente os aumentos de salários foram proibidos até o fim de 2021, mas também a contagem do tempo para pagamentos futuros. Entre esses benefícios ligados ao tempo de serviço estão anuênios, triênios, quinquênios e licenças-prêmio. 

Clique aqui e saiba quais deputados mineiros foram favoráveis ao congelamento de carreira e salários dos servidores públicos. 

A proposta de Silveira modifica esse dispositivo, permitindo que, neste período, o tempo de serviço seja contado normalmente por todos os servidores públicos. O senador foi o relator do PLP 150/2020, que já restabeleceu os mesmos direitos aos servidores da saúde e da segurança. Após reunião com representantes das demais categorias, Silveira apresentou o PLP 4/2022. Segundo ele, esta é uma questão de “justiça”.

“Nada mais justo restabelecer esse mesmo direito a todos os demais servidores. Nós sabemos que o sacrifício fiscal necessário naquele momento da pandemia já foi feito e todos os servidores contribuíram com isso com o congelamento dos salários. Mas contagem de tempo é um direito legal e que tem que ser restabelecido para fazermos justiça com os servidores. Hoje, quero agradecer ao Presidente do Senado, Senador Rodrigo Pacheco, que se colocou disponível para receber todas as categorias e designar um relator para que a gente dê um passo fundamental na aprovação desse projeto, que eu tenho absoluta convicção que acontecerá pelo que tenho conversando com os colegas, com as bancadas e com os líderes”, afirmou Alexandre Silveira.

Alexandre Santos disse que “a Fenajud atuou incansavelmente no Parlamento para que a proposta tivesse andamento. Visitamos, em esforço concentrado, os gabinetes de todas as senadoras e todos os senadores, em busca de diálogo e conclusão positiva. Estamos dando um passo muito importante neste momento. A reunião foi articulada pelo senador de Minas Gerais, que tem se empenhado nesta pauta, e agora também temos aceno do senador Rodrigo Pacheco. Hoje tivemos a posição dele [Pacheco]. Dessa forma, após intensa reunião, ficou acertado que dará encaminhamento nas próximas 48h para que as tratativas tenham êxito. Ele afirmou que irá indicar o relator e conversará com o ministro da Economia. As perspectivas são ótimas para a categoria. O projeto de Lei vai andar. Nas próximas semanas teremos notícias. Porém, vale ressaltar que não há compromisso com a data em que o projeto será levado ao Plenário, bem como a sua aprovação. Mas o posicionamento do senador é favorável pela sua aprovação” relata.

Santos ressaltou ainda que “A proposta promove justiça com os servidores, estes mesmos que tiveram seus salários suspensos durante a pandemia. E é importante falarmos que nossa luta vem acontecendo desde 2020, desde que nossa categoria esteve prejudicada, para que a categoria não sofresse mais danos. E os últimos quatro anos foram cruéis com as servidoras e servidores públicos deste país. Não havia acordo com os Poderes, sempre fomos deixados de lado e recebendo diversos ataques. Agora, quando Pacheco substitui o presidente da República, assume este compromisso com a categoria, visualizamos uma possibilidade de retomada de diálogo e aprovação de uma medida que significa um respiro para esses trabalhadores”, pontua.

Diálogo

Pacheco destacou a importância de o Alexandre Silveira apoiar e levantar esta discussão importante para toda a sociedade. “Gostaria de fazer um registro da importância do Alexandre Silveira para o Senado e para Minas Gerais por sua posição no Senado Federal, pelo trabalhador que é, dedicado. Foi relator e autor de diversos projetos. E um destes projetos é este que os trazem aqui. Fiz questão de recebê-los para poder ouvi-los e eventualmente encontrarmos os encaminhamentos possíveis, conciliador, para fundamentalmente estabelecer justiça a inúmeras categorias que fato merecem a nossa consideração”, afirmou o presidente da República em exercício.

Fonte: Fenajud

Notícias relacionadas

Imagem com as fotos dos deputados federais por Minas Gerais que votaram favoravelmente à Lei Complementar 173, que congelou salários e carreira dos servidores públicos por 18 meses. Por ordem alfabética, são eles: Alê Silva (PSL), Bilac Pinto (DEM), Delegado Marcelo (PSL), Diego Andrade (PSD), Dimas Fabiano (PP), Dr. Frederico (PATRIOTA), Enéias Reis (PSL), Eros Biondini (PROS), EuclydesPettersen (PSC), Fábio Ramalho (MDB), Franco Cartafina (PP), Fred Costa (PATRIOTA), Gilberto Abramo (REPUBLICANOS), Greyce Elias (AVANTE), Junio Amaral (PSL), Lafayette Andrada (REPUBLICANOS), Léo Motta (PSL), Lincoln Portela (PL), Lucas Gonzalez (NOVO), Marcelo Aro (PP), Mauro Lopes (MDB), Misael Varella (PSD), Newton Cardoso Jr (MDB), Pinheirinho (PP), Stefano Aguiar (PSD), Tiago Mitraud (NOVO) e Zé Silva (SOLIDARIEDADE).
SE VOTOU, NÃO VOLTA RELEMBRE OS RESPONSÁVEIS PELO CONGELAMENTO DE CARREIRA E SALÁRIOS DOS SERVIDORES quarta-feira, 21/09/22 16:24 Em maio de 2020, deputados federais mineiros que são da base aliada do governo federal aprovaram mais um ataque aos direitos das servidoras e dos servidores em plena pandemia. A Lei Complementar 173/2020 congelou os salários e os benefícios ... leia mais
LUTA INTENSIFICADA PLP 4/22: DIRIGENTES DO SINJUS SE REÚNEM COM RODRIGO PACHECO quarta-feira, 27/04/22 09:22 O SINJUS-MG intensificou, nesta semana, a luta para que os direitos das servidoras e dos servidores do Judiciário mineiro, relacionados ao tempo de serviço, como quinquênios e férias-prêmio sejam restabelecidos. O coordenador-geral do Sindicato e coordenador de Assuntos Jurídicos ... leia mais

Últimas notícias

ver mais
Imagem título: Deputados estaduais mineiros que votaram a favor da Reforma da Previdência. Lembre-se deles #3. Em seguida estão fotos dos seguintes parlamentares por ordem alfabética: Alencar da Silveira Jr. (PDT), Antonio Carlos Arantes (PSDB), Arlen Santiago (PTB), Bartô (Novo), Betinho Pinto Coelho (Solidariedade), Bosco (Avante), Braulio Braz (PTB), Bruno Engler (PRTB), Carlos Henrique (Republicanos), Carlos Pimenta (PDT), Celise Laviola (MDB), Charles Santos (Republicanos), Coronel Henrique (PSL), Coronel Sandro (PSL), Cássio Soares (PSD), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Delegada Sheila (PSL), Delegado Heli Grilo (PSL), Doorgal Andrada (Patriota), Doutor Paulo (Patriota), Doutor Wilson Batista (PSD), Duarte Bechir (PSD), Fábio Avelar de Oliveira (Avante), Gil Pereira (PSD), Glaycon Franco (PV), Guilherme da Cunha (Novo), Gustavo Mitre (PSC), Gustavo Santana (PL), Gustavo Valadares (PSDB), Hely Tarquínio (PV), Inácio Franco (PV), Ione Pinheiro (DEM), João Magalhães (MDB), João Vítor Xavier (Cidadania), Laura Serrano (Novo), Leandro Genaro (PSD), Leonídio Bouças (MDB), Léo Portela (PL), Mário Henrique Caixa (PV), Neilando Pimenta (Podemos), Noraldino Júnior (PSC), Professor Irineu (PSL), Professor Wendel Mesquita (Solidariedade), Raul Belém (PSC), Repórter Rafael Martins (PSD), Roberto Andrade (Avante), Rosângela Reis (Podemos), Sargento Rodrigues (PTB), Sávio Souza Cruz (MDB), Tadeu Martins Leite (MDB), Tito Torres (PSDB), Zé Guilherme (PP), Zé Reis (Podemos). “SE VOTOU, NÃO VOLTA” NÃO SE ESQUEÇA DE QUEM PREJUDICOU SUA APOSENTADORIA sexta-feira, 23/09/22 18:23 Há exatos dois anos, o então governador de Minas, Romeu Zema (NOVO), retirava direitos ...
dirigentes e profissionais de comunicação de sindicatos filiados à Fenajud (homens e mulheres) posam para foto. FENAJUD ENCONTRO DE COMUNICAÇÃO DEBATE FERRAMENTAS PARA ATUAÇÃO SINDICAL sexta-feira, 23/09/22 17:26 Foto: fenajud No último dia 16 de setembro, a Federação Nacional dos Trabalhadores do ...
Representação de redes sociais e aplicativos interconectados, abaixo desta imagem há o texto "Conversa com o candidato". Em destaque está a foto do candidato Carlos Viana, um homem branco com cabelos curtos e grisalhos. Conteúdo textual: AO VIVO - “Conversa com o Candidato” recebe Carlos Viana na 2ªf., 26/9, às 10h. AO VIVO “CONVERSA COM O CANDIDATO” RECEBE CARLOS VIANA NA 2ªF., 26/9, ÀS 9H sexta-feira, 23/09/22 12:43 O candidato ao governo de Minas Gerais pelo Partido Liberal (PL), Carlos Viana, é ...
Top Fale conosco