ARTIGO

PEDALAR É VIDA!

segunda-feira, 07/06/21 18:25

Quando encontramos algo positivo em nossas vidas, vem a vontade imediata de compartilhar com mais pessoas para dar a elas a oportunidade de desfrutar dos mesmos benefícios que nós. E é com esse intuito que gostaria de falar dessa atividade física incrível que é pedalar.

Estava totalmente sedentária e veio o convite de uma amiga para pedalar, respondi que seria difícil, pois não tinha bicicleta (nunca tive, era um sonho de criança não realizado) e mal sabia pedalar. Também tinha muito medo de pedalar na rua, nunca me imaginei fazendo isso. Mas ela insistiu e me disse: “Se você tiver vontade, te empresto minha bicicleta dobrável aro 20 e vamos”. Então, combinamos de nos encontrar na Praça do Ciclista para a tentativa. Gente, foi uma piada, eu não sabia pedalar, era uma pedalada e um pé no chão. Foi até cômico eu tentando me equilibrar naquela bicicletinha. Apesar do aperto, gostei muito. Naquele dia, andamos só na ciclovia, mas senti prazer em pedalar, sentir aquele ventinho no rosto, observar a paisagem com outro olhar, foi muito bom!

Assim, comecei a sair para pedalar regularmente, colocava a bicicleta dobrável no porta-malas do carro e ia para a ciclovia três vezes por semana. Logo peguei um pouco de confiança e resolvi me arriscar na rua aqui perto de casa, bem cedinho, com menos trânsito… Mas, nessa primeira volta, andei menos de 1 km, caí e voltei para casa com o joelho machucado. Porém não desisti, continuei indo para a ciclovia e aumentando a distância percorrida e a habilidade até que conheci alguns grupos de pedal e passei para bicicleta aro 29. Essa foi outra experiência inédita para mim, comprei a bicicleta e fiquei namorando uma semana sem coragem de subir nela, achava enorme e meu marido ainda me disse que eu não daria conta. Pois bem, fui para a mesma pracinha com a madrinha Juliane Rocha e saímos pedalando, foi emocionante! De lá pra cá, são muitas histórias de alegria e superação, pois nos pedais encontramos sempre ciclistas para nos apoiar, incentivar, mostrar o melhor caminho, parar para ajudar nos apertos… É um pelo outro, coisa que deveria acontecer em tudo na nossa vida.

Meu filho aderiu à prática e foi um grande parceiro no início, meu marido que era sedentário agora também está pedalando comigo e minha filhota está começando, vai devagarinho, mas já gosta. Hoje, convido todas as pessoas (a bicicleta é democrática) a experimentarem esse esporte. Com ele nos movimentamos, fazemos amigos, conhecemos lugares lindos e principalmente melhoramos nossa saúde física e mental. Em tempos de pandemia, desde que tomados os devidos cuidados como uso de máscara, a bicicleta se tornou uma opção muito boa como meio de transporte, e como atividade física é recomendada por ser uma prática ao ar livre.

Por fim, o que quis mostrar, neste meu depoimento, é que sempre devemos acreditar que podemos fazer coisas incríveis, só depende de nós! É como dizemos em nossos pedais: Quem tem limite é município. E aguardem, porque, assim que estivermos mais seguros quanto à pandemia, o SINJUS fará o lançamento do grupo misto de pedal. Bora pedalar?

Adriana Teodoro

Engenharia Civil e servidora efetiva do TJMG. Atualmente, é diretora de Assuntos Sociais, Culturais e de Saúde do SINJUS-MG e coordenadora do Núcleo da Pessoa com Deficiência (NPD).

Meus últimos artigos

ver mais
ARTIGO UM ANO DE PANDEMIA segunda-feira, 22/03/21 18:34
Top