Autoconhecimento: a chave para alcançar o equilíbrio

sexta-feira, 29/01/16 15:00

*por Débora Guizoli

Conseguir alcançar equilíbrio emocional não é uma tarefa muito simples para o ser humano. A rotina diária nos leva, às vezes, a situações de estresse que acarretam problemas fisiológicos como, por exemplo, enxaqueca, gastrite, insônia, problemas dermatológicos, entre outros. Mas uma das habilidades humanas extremamente importante para alcançarmos o equilíbrio emocional é o autoconhecimento.

O autoconhecimento é o conhecimento de si próprio a partir da introspecção. Quando uma pessoa consegue se autoconhecer ela possui o acesso privilegiado dos próprios pensamentos de uma maneira que ninguém pode obter. Quando nos autoconhecemos, podemos reagir melhor a certos estímulos externos evitando situações aversivas as quais nos geram mal estar ou podemos até mesmo escolher enfrentá-las e vencermos nossos medos e desafios.

Para evitarmos sentimentos de baixa autoestima, frustração, ansiedade e instabilidade emocional, o autoconhecimento nos possibilita adotar decisões conscientes acerca de vários problemas. Todos nós possuímos limitações. Não conseguimos ser bom em tudo que fazemos na nossa vida. Ter consciência disso possibilita entender com clareza até onde podemos ir e quem poderá estar ao nosso lado nos momentos mais importantes da nossa vida.

Um dos caminhos para alcançar a felicidade é através do autoconhecimento. É a partir dele que o ser humano pode obter um equilíbrio entre a mente e o corpo restaurando assim a saúde e a paz interior. Quando sabemos quais são nossos pontos fortes e fracos fica muito mais fácil decidir até onde podemos chegar e quais desafios queremos ou não enfrentar.

Mas o que o autoconhecimento é capaz de nos proporcionar? Citarei alguns exemplos:

·        Controle das nossas emoções;

·        Segurança na tomada de decisões;

·        Independência;

·        Autonomia de pensamento;

·        Autoestima;

·        Possibilidade de fazer boas escolhas;

·        Tolerância às opiniões diferentes;

·        Respeito aos próprios limites;

·        Postura otimista;

·        Qualidade de vida;

Você já parou para refletir se possui autoconhecimento? Se ainda não pensou sobre isso, aproveite a oportunidade para refletir sobre esse assunto e escreva dez características que você aprova em si mesmo e dez características que pretende melhorar. Assim você poderá começar a se conhecer um pouco melhor.

Olhe para dentro de si. Não somos seres prontos, terminados. Estamos sempre em construção. Qualidades e defeitos fazem parte do nosso ser. É preciso se conhecer profundamente para se amar de verdade. A todo instante temos a oportunidade de nos entender e escolher o que é melhor para nós mesmos. Pare um pouco e reflita sobre você. O autoconhecimento é a chave do equilíbrio!

                                              

Débora Guizoli

Psicóloga – CRP 04/31433

(Instrutora de Memória Ativa)

[email protected]

www.memoriaativa.com.br

Débora Guizoli

É psicóloga, com pós-graduação em Gerontologia pela PUC Minas. Atua como Instrutora da Memória Ativa no SINJUS-MG. Possui experiência com trabalhos em grupo focados em Estimulação Cognitiva e Desenvolvimento Humano.

Meus últimos artigos

ver mais
O que pode prejudicar nossa memória? sexta-feira, 18/11/16 15:00
Artigo: Em busca da Felicidade quarta-feira, 14/09/16 18:00
Top Fale conosco